A Polícia Civil de Orleans indiciou uma ex-servidora pública municipal, de 38 anos, pela pratica de crimes de falsidade ideológica e prevaricação no exercício de função pública. O inquérito policial com 367 páginas foi concluído nesta semana e resultou no indiciamento da investigada.

Conforme o Delegado Ulisses Gabriel, entre o período de 05 de setembro de 2016 a 25 de abril de 2017, a indiciada, Agente Comunitário de Saúde (ACS) do Município de Orleans, no exercício de sua função, inseriu declaração falsa consistente em assinaturas e outros dados em diversas fichas de visitas domiciliares, as quais não se realizavam efetivamente.

Foram ouvidas 17 testemunhas que confirmaram que as visitas não aconteciam e que as assinaturas constantes nas fichas de atendimento não eram suas, tendo o Instituto Geral de Perícias confirmado, por meio de dois exames grafotécnico, que as letras e assinaturas não eram das pessoas que deveriam ter sido atendidas pela mulher.

Ouça a entrevista do Delegado Ulisses Gabriel, responsável pela Delegacia de Orleans: