O presidente da Assembleia, deputado Mauro De Nadal (MDB), anunciou na manhã desta terça-feira, dia 2, que o Parlamento catarinense destinará de imediato R$ 30 milhões de suas economias para investimentos em emendas das bancadas regionais do Legislativo. O anúncio foi feito durante a entrevista coletiva que marcou a abertura do Programa Alesc Itinerante, que ocorre até esta quarta, dia 3, no AM Master Hall, em Criciúma.

Segundo De Nadal, cada uma das seis bancadas regionais terá R$ 5 milhões para destinar em emendas que serão definidas em comum acordo entre os deputados que integram cada grupo. O presidente também adiantou que a expectativa é aprovar durante a passagem da Alesc por Criciúma a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2024, assinada por todos os parlamentares, que destina 25% das economias da Assembleia para as emendas das bancadas regionais.

“Decidimos antecipar 30 milhões de reais dos recursos da Assembleia para consolidar esse trabalho das bancadas regionais”, disse o presidente. “Vamos consolidar algo que ficará dentro da Carta Maior no nosso estado, fazendo com que todos os deputados trabalhem para economizar e ao mesmo tempo investir em projetos importantes para suas regiões”.

De Nadal ressaltou a importância do Programa Alesc Itinerante, que, além de comemorar os 190 anos do Parlamento estadual, aproxima a estrutura do Legislativo da população. Nesta semana, Criciúma recebe a terceira edição do programa, que já foi realizado em Blumenau (maio) e Joinville (junho).

“Estar mais próximo do cidadão, essa é a vontade do Parlamento”, disse. “Saímos da casa do povo, que é o Palácio Barriga Verde, para ir em direção aos catarinenses em suas regiões, para passar uma mensagem de unidade, dos 40 deputados com o nosso estado, com o povo de Santa Catarina, desprovido de ideologias e pensando no bem maior da nossa gente”.

Além do presidente, participaram da entrevista os deputados da Bancada do Sul na Alesc Pepê Collaço (PP), que coordena o grupo, Rodrigo Minotto (PDT), Tiago Zilli (MDB) e Soratto (PL). Eles trataram de demandas da região Sul.

“Essa é uma oportunidade de defender as bandeiras de cada região”, ressaltou Pepê Collaço. “Quando a gente vem para a região, a gente traz a pauta para que os deputados das outras regiões também possam escutar o que precisamos para o nosso desenvolvimento.”

Pepê adiantou que entre os assuntos a serem discutidos em Criciúma está a redragagem do Rio Tubarão. Já o deputado Tiago Zilli anunciou que apresentará moção ao governo federal apelando pela manutenção da agência da Receita Federal em Araranguá.

Rodrigo Minotto acrescentou que entre as demandas a serem apresentadas está a celeridade nas cirurgias eletivas e necessidades do Hospital São José de Criciúma. “São muitas demandas da região que temos que chamar a atenção do governo”, afirmou.

Com informações da Agência Alesc