Para manter uma boa saúde bucal é extremamente importante fazer consultas ao dentista regularmente. Essas consultas feitas são chamadas de odontologia preventiva. Para o doutor Jorge Nagel, prevenir problemas nos dentes é melhor em todos os sentidos, tanto para a saúde quanto financeiramente. O especialista destaca os cuidados básicos com os dentes, que envolvem a escovação após todas as refeições, uso do fio dental pelo menos uma vez ao dia e a utilização de enxaguante bucal caso seja recomendado.

O doutor Jorge explica que a média das visitas ao dentista é de seis em seis meses. Porém, há pacientes em que as consultas têm menor tempo, sendo de dois em dois meses, por exemplo. Assim como existem outros casos em que os pacientes podem ir uma vez ao ano. Quem vai indicar o período necessário para a avaliação é o próprio dentista do paciente. Segundo o doutor, além de uma limpeza, a consulta periódica ao dentista permite que a pessoa saiba se é necessário mudar algo em seus hábitos de higiene, se acaso a escovação não está ideal em alguma parte, por exemplo. Além disso, dependendo da avaliação, o dentista pode indicar um exame de imagem, que vai permitir saber se há o início de cárie em algum dente, ainda não visível a olho nu. O assunto foi abordado em entrevista ao Giro Final. Saiba mais:

 

Em entrevista, o doutor Jorge ainda destacou sobre o clareamento dental. Conforme o especialista, o tratamento é utilizado para os pacientes que buscam benefícios estéticos. Antes de fazer, o dentista realiza algumas avaliações para verificar se não há cáries ou trincas que possam causar sensibilidade. Há dois tipos de clareamento: o caseiro, no qual o paciente utiliza as moldeiras com o gel clareador, que possui mais tempo de tratamento; e no consultório, onde o período é menor e é supervisionado pelo próprio dentista.

Confira também: