Nesta sexta-feira, dia 27, um dos homens investigados pelo crime de latrocínio que vitimou o delegado de Polícia aposentado, José Tadeu Vargas dos Santos, no dia 6 de janeiro deste ano, foi morto em confronto com policiais civis em Cocal do Sul. O homem estava armado com uma pistola.

Segundo o Delegado Anselmo Cruz, da Delegacia de Roubos e Antissequestro da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), o homem que revidou à abordagem policial foi um dos que entraram armados no bar onde ocorreu o crime que matou o delegado Vargas.

A investigação do caso é realizada de forma conjunta pelas equipes da Divisão de Investigação Criminal de Criciúma e pela DEIC. O delegado-geral da Polícia Civil de Santa Catarina, Ulisses Gabriel, fala sobre o caso no vídeo:

 

Em Criciúma, Delegado aposentado da Polícia Civil morre em assalto no Capão Bonito

Polícia Civil captura quatro envolvidos na morte do delegado Vargas, em Criciúma