O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Samae) de Urussanga está com um processo seletivo em aberto para a contratação de quatro funcionários. Conforme o edital, são três vagas para auxiliares de operação e um de assistente técnico. A diretora do Samae, Magaly Bonetti, explicou que o setor passou por uma restruturação e, mesmo o concurso público anterior ainda valendo, não há mais vagas para o chamamento. As inscrições podem ser feitas na sede do Samae até às 17 horas do dia 25 de março. Podem se inscrever as pessoas que comprovarem pelo menos dois anos de experiência em funções relacionadas as mesmas do cargo.

Os auxiliares de operação desenvolverão trabalhos como serviços de instalações e consertos hidráulicos, carga e descarga, transporte e armazenamento, serviços gerais de alvenaria e carpintaria. Já o assistente técnico irá atuar na coordenação de apresentação e liberação de projetos, levantamento de dados e participação de trabalhos de topografia e medição e fiscalização de obras. Para a vaga de assistente é necessário ter conhecimento no pacote Office e AutoCad. Confira o edital completo acessando aqui. Magaly participou do Comando Marconi e explicou mais detalhes. Ouça:

Parte 01

 

Parte 02

 

Urussanga no Plano de Segurança da Água

Viabilizar aos sistemas de abastecimento de água a orientação técnica para o Projeto de Elaboração do Plano de Segurança da Água. Este é o objetivo da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Nesta quarta-feira, dia 15, Urussanga foi contemplada para participar do lançamento do Plano, juntamente com outros 17 municípios que formam o Consórcio CISAM-Sul e o CISAM-Meio Oeste. Urussanga disponibilizará informações técnicas sobre os sistemas de abastecimento de água, no qual a UFSC irá elaborar o plano de segurança da água conforme a realidade de cada cidade.

Fiscalizações

Magaly ressaltou que a partir da próxima semana, nos dias 23 e 24, haverá fiscalizações técnicas no Samae feitas pelo CISAM-Sul e Crefisba, que são agências reguladoras. “Alguns órgãos, algumas pessoas podem entender que a fiscalização não é uma coisa positiva, mas é, é a fiscalização que vem aferir o trabalho que a gente está fazendo”, comenta. A partir da próxima semana haverá fiscalização nas estações de tratamento de água e esgoto, quando os técnicos irão levantar dados referentes ao atendimento do Samae.