O Partido Progressista (PP) de Urussanga elegeu a nova diretoria da gestão 2022 a 2024 em uma convenção realizada na manhã de domingo, dia 29. O novo presidente, Gilson Casagrande, assumiu o cargo de Joariza de Bona Sartor do Amaral. Casagrande afirmou que a convenção de domingo foi muito positiva e contou com a participação de várias pessoas, além de deputados e outros políticos filiados ao partido. O primeiro vice-presidente, Filippe Echamendi Possamai, ressaltou que houve 12 filiações de novas pessoas no PP somente no domingo.

Casagrande e Possamai participaram de entrevista no programa Comando Marconi e falaram sobre os assuntos abordados durante a convenção, sobre a composição da nova diretoria, e sobre a atual situação que o PP de Urussanga passa com a permanência do afastamento no prefeito Luis Gustavo Cancellier. Ouça na íntegra:

 

Em fevereiro, a então presidente do PP, Joariza, afirmou à Rádio Marconi que o partido estava dividido à respeito do afastamento de Cancellier (confira aqui). Sobre a situação, o novo presidente Gilson comentou que é algo natural e automático que haja divisões dentro do partido. “Todos nós, urussanguenses, estávamos em dúvida, aí a dúvida leva a um ponto de tomar algumas decisões. Então esse diretório, essa nova executiva, já foi adiada por isso, para a gente dar tempo ao tempo, para ver os conhecimentos de toda a situação que ocorre em Urussanga, para chegar num melhor tempo de determinação sobre o que fazer”, falou Casagrande. O novo presidente ainda acrescentou que o partido não pode fazer justiça com as próprias mãos, e que é necessário esperar as decisões da Justiça sobre o caso de Cancellier.

Casagrande ainda falou que existia duas bases dentro do próprio partido: a nova e a velha guarda. De acordo com o presidente, existem muitos jovens que estão se filiando ao partido e buscando entrar na política. Casagrande disse que estão preparando eles junto com os conhecimentos que as pessoas que estão há mais tempo na política, sabendo mais sobre como funciona a política e a ética dela. “Sou contra ter duas bases. Então nós chegamos num determinado ponto que hoje aqui estamos com uma base formada, e temos essa velha guarda nos dando apoio também”, completou.

Sobre a possível desfiliação do prefeito Luis Gustavo do partido, o presidente afirmou que ainda não foi cogitada essa possibilidade. “Pelo belíssimo trabalho que o prefeito vem fazendo em nossa cidade nós não podemos esquecer disso e jogar uma pedra em cima também”, argumentou Casagrande. O presidente disse que espera que a situação se resolva o mais rápido para que os trabalhos do partido em prol da cidade continuem.

Nova diretoria

A nova diretoria do PP de Urussanga é composta por:

  • Presidente de Honra: Omero De Bona;
  • Presidente: Gilson Casagrande;
  • Primeiro vice-presidente: Filippe Echamendi Possamai;
  • Segundo vice-presidente: Gricelda Talamine Bonetti;
  • Secretário geral: Hemilin Cittadin Schmitz;
  • Secretária adjunta: Terezinha Concer de Souza;
  • Tesoureiro geral: Sérgio Veronez;
  • Tesoureiro adjunto: Ricardo André Carara;
  • Vogais 1°: Dalcioni Felippe;
  • Vogais 2°: Carlos Ivan Rodrigues;
  • Vogais 3°: Nilo Adriano Nunes;
  • Suplente de Vogais 1°: Vicente De Bona Filho;
  • Suplente de Vogais 2°: Joariza De Bona Sartor Amaral;
  • Suplente de Vogais 3°: Rubson Antonio de Pelegrin;
  • Líder de Bancada na Câmara de Vereadores: José Carlos José.

Filippe explicou que a eleição da nova diretoria teve a inscrição de apenas uma chapa. Além disso, Possamai comentou sobre a necessidade da diretoria possuir autonomia, ou seja, nenhum vereador ou outro político eleito está participando da diretoria. Filippe disse que isso foi até uma sugestão do vereador Odivaldo Bonetti. “A gente acha que a executiva tem que ser autônoma, independente se tem um prefeito ou vereador eleito. Tem que ter voz separada das autoridades que tem um cargo eletivo”, ressaltou Filippe.

Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba as principais notícias que foram destaques na programação da Marconi FM

Karine Possamai Della / Da Redação