Muitas famílias de baixa renda podem contar com os programas de auxílio do Governo Federal e não sabem que têm direito. Programas como o Auxílio Brasil (antigo Bolsa Família), Auxílio Gás, Auxílio Extraordinário, Tarifa Social e Bolsa Estudante são alguns dos ofertados pelo Ministério da Cidadania. Para ter direito aos programas é necessário que a pessoa seja cadastrada no Cadastro Único (CadÚnico). Em Urussanga, são mais de 1.100 pessoas cadastradas no programa.

O assunto foi destaque em entrevista no programa Comando Marconi com a secretária de Assistência Social, Rosane De Brida Benedet, e com a gestora do Auxílio Brasil urussanguense, Joelma Mariot Sluminsky. Ouça:

 

Joelma explica que para receber algum dos benefícios é necessário analisar a renda familiar bruta da pessoa ou família. Além disso, Rosane frisou que não são as secretarias de Assistência Social que cortam o benefício, como há casos, mas sim o próprio Governo Federal porque consta algum erro no cadastro. Um exemplo disso é de uma pessoa que está desempregada e recebe o benefício, a partir do momento que o Governo sabe que ela conseguiu um emprego o auxílio é cortado, por isso é necessário estar com os dados do Cadastro Único atualizados.

Para se registrar no CadÚnico é preciso que a pessoa responsável vá a secretaria com todos os documentos da família (RG, CPF, título de eleitor, carteira de trabalho, certidão de nascimento para menores e comprovante de residência) para se cadastrar. Saiba mais informações no telefone (48) 3465-4776.