Os trabalhos da Comissão de Investigação e Processante contra o vereador Rozemar Sebastião, o Taliano (PDT), foram retomados nesta sexta-feira (29), em Urussanga. Isto porque o Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina (TJSC) emitiu decisão para a volta das atividades da CIP.

De acordo com o presidente da Comissão de Investigação e Processante, vereador Ademir Bonomi (MDB), os depoimentos das testemunhas serão retomados na próxima semana, na terça-feira, dia 03 de maio, das 09h às 12h e das 13h às 16h. Também haverá oitiva na  quarta-feira, dia 04 de maio, das 09h às 12h e das 13h30min às 18h. Os depoimentos serão realizados na sede do legislativo urussanguense.

A substituição do presidente da CIP contra Taliano ocorreu no dia 27 de abril, por meio do Ato nº 40, da Câmara Municipal. Houve a alteração do Ato nº 25, de 09 de março de 2022, para que acontecesse a alteração do membro da CIP, em razão da renúncia do ex-presidente, o vereador Luan Francisco Varnier (MDB).

A comissão foi instituída em 09 de março de 2022, por meio de Ato da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Vereadores de Urussanga. A CIP tem o objetivo de apurar denúncia de possível prática de condutas incompatíveis com o decoro parlamentar por parte do parlamentar Taliano.

A Comissão de Investigação e Processante contra o vereador Rozemar Sebastião, o Taliano (PDT), está formada da seguinte maneira: Presidente, Ademir Bonomi (MDB); relator, Fabiano Murialdo De Bona (PSDB) e pelo vereador membro, Odivaldo Bonetti (PP).

Da Redação