A Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) completa 39 anos de fundação nesta segunda-feira, dia 25. Para marcar a data, o atual presidente, José Cláudio Gonçalves, o Neguinho, anunciará uma novidade durante um café comemorativo junto a imprensa e convidados.

Foi fundada em 1983 com os municípios de Criciúma, Içara, Lauro Müller, Morro da Fumaça, Nova Veneza, Siderópolis e Urussanga. Depois, os municípios de Forquilhinha, Cocal do Sul e Treviso passaram a fazer parte da Amrec. Em 18 de maio de 2004, a entidade oficializou a sua 11ª cidade integrante, com a entrada de Orleans e, no dia 9 de abril de 2013, o município de Balneário Rincão passou a integrar oficialmente a associação. A Amrec é reconhecida pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), de utilidade pública estadual, publicado no Diário oficial de dia 14 de abril de 2021.

População

Hoje, a Associação conta com 12 municípios e tem uma população estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 446.902 habitantes. Os dados são de 2021, onde Criciúma está com 219.393, Içara com 58.055, em terceiro está o município de Forquilhinha com 27.621, seguido por Orleans com 23.161, e por Urussanga com 21.419. Morro da Fumaça é o sexto com 18.095. Cocal do Sul tem 16.956, Lauro Muller 15.380, bem próximo dos números de Nova Veneza, que tem 15.515. Siderópolis é o décimo com 14.176, e Balneário Rincão o décimo primeiro com 13.129. O município com menor população na AMREC, é o município de Treviso, com 4.002.

Presidentes

A Amrec já teve como presidente representante de todos os 12 municípios. Atualmente o prefeito de Forquilhinha, José Cláudio Gonçalves, é o 39º presidente.

  • 1983 – Dilnei Rossa, de Siderópolis;
  • 1984 – Athur Zanolli, de Içara;
  • 1985 – Francisco Xavier do Rego, de Lauro Muller;
  • 1986, 1987 e 2001 – Genésio Moises Spillere, de Nova Veneza;
  • 1988 – Augusto Cesar Cancelier, de Morro da Fumaça;
  • 1989 e 2002 – Vanderlei Olivio Rosso, de Urussanga;
  • 1990 – José Antonio Perico, de Siderópolis;
  • 1991 e 1992 – Altair Guidi, de Criciúma;
  • 1993 e 1996 – Eduardo Pinho Moreira, de Criciúma.
  • 1994 – Rene da Silva, de Lauro Muller;
  • 1995 – José Vanio Piacentini, de Urussanga;
  • 1997 – Ruberval Franscisco Pilotto, de Urussanga;
  • 1998 – Édio Minatto, de Nova Veneza;
  • 1999 – Deobaldi Donato Pacheco, de Icara;
  • 2000 – Vanderlei Luiz Ricken, de Forquilhinha;
  • 2000 – Paulo Roberto Meller, de Criciúma;
  • 2003 – Decio Gomes Goes, de Criciúma;
  • 2004 – Claudionor de Vasconcelos, de Morro da Fumaça;
  • 2005 – Paulo Hoepers, de Forquilhinha;
  • 2006, 2010 e 2012 – Rogerio José Frigo, de Nova Veneza;
  • 2006 e 2008 – Anderlei José Antonelli, de Criciúma;
  • 2007 – Nestor Spricigo, de Lauro Muller;
  • 2008 – Valmir José Bratti, orleans, 2008.
  • 2009 – Luiz Carlos Zen, de Urussanga;
  • 2009 – Douglas Gleen Warmling, de Siderópolis;
  • 2011 – Helio Luiz Bunn, de Lauro Muller;
  • 2011 – Gentil Dory da Luz, de Içara;
  • 2012 – Jacinto Redivo, de Orleans;
  • 2013 – Marcos Antonio Bertoncini Cascaes, de Orleans;
  • 2013 e 2016 – Vandelei Alexandre, de Forquilhinha;
  • 2013, 2017 e 2020 – Ademir Magagnin, de Cocal do Sul;
  • 2014 – Fabricio Kusmin Alves, de Lauro Muller;
  • 2015 – João Reus Rossi, de Treviso;
  • 2016 – Decio Gomes Goes, de Balneário Rincão;
  • 2018 – Hélio Roberto Cesa, de Siderópolis;
  • 2019 – Clésio Salvaro, de Criciúma;
  • 2020 – Jaimir Comin, de Treviso;
  • 2021 – Jorge Luiz Koch, de Orleans;
  • 2022 – José Cláudio Gonçalves, de Forquilhinha.

Colaboração: Antonio Rozeng / Assessoria de Imprensa