Na categoria veterano, o urussanguense Raul Antônio Sávio foi campeão brasileiro de Tiro ao Prato, campeonato promovido pela Liga Nacional. A final da competição aconteceu em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, e contou com a participação de centenas de atletas de todo o país. Em entrevista, Raul contou que começou a praticar o tiro ao prato em 2015. No entanto, o seu interesse pelo esporte já iniciou nos anos 1990, quando praticou pela primeira vez em um clube de Urussanga. Porém, por conta do trabalho, não conseguia participar mais ativamente, além de que o esporte tinha um custo mais elevado.

Raul é membro do Clube Caça e Tiro de Urussanga, sendo o tesoureiro. Conforme Sávio, atualmente existem de 150 a 160 sócios no clube, desde moradores da cidade como também pessoas de outras regiões. O clube permite outras atividades envolvendo o tiro, além do tiro ao prato. O programa Ponto de Encontro abordou mais sobre o assunto com Raul, que falou sobre o prática de tiro ao prato e do campeonato que venceu. Ouça na íntegra:

 

O atleta explica que o tiro ao prato envolve o uso de uma espingarda calibre 12. “A prática não é difícil, é fácil. A gente aprende, a princípio, a manusear a arma para não ter problemas com segurança, mas é uma atividade relativamente simples”, ressalta Raul. Segundo ele, o tiro ao prato conta com as chamadas pedanas, que contêm cinco posições onde o atirador precisa estar. Em cada posição, ele realiza cinco disparos nos pratos que são lançados de forma automática.

Raul participou de fases regionais até chegar a fase nacional. Ele, que tem 67 anos, participou do veterano, com competidores com mais de 65 anos de idade. Antes de chegar a final, a competição contou com nove etapas, sendo sete não precisando ser presencial, e outras duas presenciais. “Sete delas você atira no regional Sul ou no Campeonato Catarinense”, explica.

Confira a classificação de Raul e de outros participantes da categoria: