Foram oito meses de treinos intensos que possibilitaram que o atleta urussanguense, Ciro Damiani, alcançasse o terceiro lugar da categoria 35 a 39 anos do Ironman Brasil. A prova, realizada no último sábado, dia 29, em Florianópolis, tem o maior circuito de triathlon da América Latina. Com 3,8 quilômetros de natação, 180 quilômetros de ciclismo e mais 42 quilômetros de corrida, em sequência, Ciro conseguiu concluir a prova em 8 horas e 47 minutos. Além de conseguir o terceiro lugar, Ciro garantiu uma vaga para a etapa mundial do Ironman, que acontece no Havaí em outubro.

Ciro contou que pratica ciclismo há bastante tempo e que, no triathlon é algo mais recente, onde treina a modalidade há quatro anos. “Foi bem desgastante, os treinos. Eu costumo dizer que a prova é fácil comparado com os treinos”, comentou. O atleta ficou na 23° posição geral entre os mais de 2.500 participantes de 35 países, ficando também na 7ª posição geral na categoria amador. O urussanguense faz parte da equipe do Mampituba, em Criciúma. Além dele, outros três atletas de Urussanga também participaram da prova.

O atleta relatou que começou a fazer os seus treinos em trajetos mais curtos, até participar do meio Ironman, em Buenos Aires, no final de 2018. Desde então, Ciro treina para participar de outras provas do tipo. Ciro esteve no programa Ponto de Encontro e falou mais sobre a prova e a sua preparação. Confira:

 

Ciro trabalha na área de revestimentos cerâmicos e não pensa em viver somente do esporte. O urussanguense reforçou que os treinos para participar de competições como o Ironman são como um hobby. Nos oito meses de treino, Ciro afirmou que pedalou mais de mil quilômetros, nadou mais de 500 quilômetros e correu mais dois mil quilômetros. Tudo para que pudesse garantir um bom resultado e obter o terceiro maior tempo de conclusão do circuito na modalidade amador.

No início de maio o programa Ponto de Encontro abordou mais sobre a preparação para a prova com outros atletas de Urussanga que também participaram. Confira as entrevistas de Lucas Rotta e de Luiz Antônio Vieira, o Zizo.