A prefeitura de Urussanga intensificou os debates sobre segurança nas escolas municipais, após um ataque a uma creche na cidade de Blumenau. A Polícia Militar está realizando rondas nas escolas desde a semana passada. De acordo com o prefeito Luis Gustavo Cancellier (PP), algumas medidas já foram implantadas e outras ainda serão colocadas em prática nos próximos dias, como a contratação de vigias para as escolas. Além disso, a PM estará visitando todas as escolas para verificar quais fatores de segurança devem ser reforçados, como colocação de mais câmeras, aumento da altura de muros e portões. Capacitações e treinamentos também devem ser realizados com os professores e estudantes.

O programa Comando Marconi abordou o assunto em entrevista com o prefeito Luis Gustavo e com a secretária de Educação Janea Possamai. Saiba mais na íntegra:

 

Conforme o prefeito, serão contratados vigias para as escolas. Um projeto de lei deve ser encaminhado para a Câmara de Vereadores até a próxima terça-feira, dia 18. Nele consta a criação do cargo de vigia na prefeitura. A administração ainda estuda o salário adequado para os vigias antes do projeto ser encaminhado ao Legislativo. Servidores de segurança pública nos quadros de reserva podem estar atuando como vigias. A prefeitura poderá fazer contratação emergencial dos profissionais caso o PL demore a tramitar na Câmara.

Cancellier destacou que as medidas servem para coibir a violência dentro das escolas por parte de alunos, e para dificultar a entrada de pessoas estranhas nos espaços. Leia mais:

PM intensifica rondas em escolas de Urussanga, Cocal do Sul e Morro da Fumaça