Em 2021, as Forças Armadas brasileiras apreenderam 27,9 toneladas de drogas nas fronteiras do país em ações combinadas com órgãos municipais, estaduais e federais de Segurança Pública. O volume é 50% maior do que o registrado em 2020, quando 18,6 toneladas de entorpecentes foram apreendidas. O número positivo representa as possibilidades de resultados conquistados a partir da união de forças entre os agentes de combate ao crime.

Neste sentido, a obra coletiva Atlas do Sistema de Justiça Criminal do Mercosul, lançamento da editora Almedina Brasil, desponta como mais uma ferramenta de estudo sobre a repressão da criminalidade nas fronteiras. Com o objetivo de nivelar o conhecimento sobre o funcionamento dos sistemas de justiça criminal da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, a obra capacita policiais e demais personagens da segurança pública com informações essenciais para a atuação em territórios fronteiriços.

O livro apresenta as legislações vigentes e instituições competentes que lidam com a prevenção e repressão da criminalidade organizada, corrupção, lavagem de dinheiro, contrabando, descaminho, tráfico de drogas, de armas e de pessoas nos países vizinhos. Este conhecimento contribui para que as forças nacionais de segurança exerçam com confiança suas atividades em prol da defesa da soberania de cada nação.

Disponível em versão bilíngue (português e espanhol), a obra conta com a coordenação de Fábio Ramazzini Bechara, promotor de Justiça em São Paulo e professor de Direito na Universidade Presbiteriana Mackenzie; Leandro Piquet Carneiro, professor do Instituto de Relações Internacionais e pesquisador do Núcleo de Pesquisas em Políticas Públicas da USP; e Georgia Sanches Diogo, chefe da Assessoria Especial Internacional do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

O programa Ponto de Encontro abordou a importância da obra em entrevista com o coordenador do livro e Promotor de Justiça em São Paulo, Fábio Ramazzini Bechara. Ouça na íntegra:

 

O livro Atlas do Sistema de Justiça Criminal do Mercosul pode ser adquirido diretamente na editora Almedina Brasil ou no site da AmazonColaboração: LC – Agência de Comunicação