Por conta de ser pré-candidato nas eleições municipais deste ano, o vereador Luan Francisco Varnier (MDB) renunciou o cargo de presidente da Mesa Diretora do Legislativo de Urussanga. Com isso, o vice, Fabiano Murialdo De Bona (PL), assumiu a presidência da Câmara de Vereadores. Em entrevista, Luan afirmou que tomou a decisão para não vincular a questão eleitoral com a sua atuação como presidente da Mesa Diretora. “Eu solicitei renúncia para que não se tenha, para que a gente não misture as coisas e que também não me venha depois prejudicar, porque ser gestor tem que fazer alguns investimentos, tem que participar ativamente da gestão da Câmara e eu não quero prejudicar a Casa Legislativa”, destacou.

Luan ainda disse que Fabiano não será mais candidato e que a renúncia seria uma forma de dar oportunidade para o vereador estar na presidência da Câmara. O assunto foi abordado com mais detalhes em entrevista no programa Comando Marconi. Ouça mais na íntegra:

 

Apesar de deixar a presidência, Luan salientou que não deixou de ser vereador. “Não vou deixar de ser vereador não, só deixei um cargo da presidência que é um cargo de passagem. Eu estava presidente, eu não sou presidente. Eu também estou como vereador, não sou vereador. Então a gente está ali de passagem mas a gente conclui o mandato agora em dezembro, sou pré-candidato a vereador e obviamente por disputar a eleição entendi que seria muito mais interessante não vincular o período eleitoral a um cargo importante. E eu sempre fiz isso com muita responsabilidade, muita racionalidade para amanhã ou depois eu não vir me incomodar, não ficar com as mãos sujas”, comentou.