A SC-445, a rodovia Genésio Mazon, possui extrema importância para o Sul catarinense. Além de ser uma das vias que liga a serra ao litoral, o trecho possui diversos empreendimentos ao seu redor. No entanto, mesmo com a relevância, ainda não há um projeto de reestruturação total da rodovia, como afirmado pelo coordenador regional de Infraestrutura, Ademir Honorato. Para o empresariado, a restruturação da Genésio Mazon é uma reivindicação. De acordo com o presidente da Associação Empresarial de Urussanga (Aciu), Gialdino da Luz, em torno de 2.800 colaboradores de empresas da região fazem o uso da SC-445.

Em entrevista, o presidente Gialdino destacou dados de acidentes registrados entre 2023 e 2024. “Nós tivemos 65 acidentes. Então desses 65 acidentes, são 36 que nós não tivemos com vítimas, são 27 com vítimas e duas mortes até então. Então, acho que é um número expressivo, até porque tu trata da questão da segurança do nosso pessoal, que ele tenha necessidade de vir trabalhar e retornar para casa com segurança”, comentou. Segundo o presidente, trabalhos como serviços de tapa-buraco não são tão eficientes na rodovia comparado a uma revitalização total. “Acho que tão grande como a importância da SC-108, a SC-445 também merece um tratamento bem melhor em relação ao que nós temos hoje”, salientou.

Gialdino reforçou sobre a importância de ter mais segurança na rodovia Genésio Mazon. Segundo o presidente da Aciu, cerca de 3.900 carros trafegam pela via por dia. “Eu acho que o mais importante seria a revitalização. Então, acho que isso nós temos que fazer o mais rápido possível, revitalizar a SC até porque dá condições melhores de acostamento, escoamento da água da chuva e com isso evitaria os constantes buracos que têm na estrada”, afirmou. “Caso não consiga isso, mas é um cuidado maior, principalmente com a questão de tapa-buracos ao longo da SC, e também a questão da iluminação, a questão da parte de limpeza da pista, ao redor, porque você vê que tem muitos locais que já não estão com a sua área bem cuidada de escape”, complementou.

O programa Comando Marconi está realizando entrevistas especiais com as autoridades sobre a rodovia Genésio Mazon. O coordenador Ademir participou nessa segunda-feira, dia 11 (leia ao final), e o presidente Gialdino nesta terça-feira, dia 12. Ao longo da semana, outros representantes participarão do especial. Ouça a entrevista do presidente da Aciu:

 

Em entrevista, Ademir comentou que era necessário uma união entre lideranças empresariais e políticas para discutir um projeto de revitalização da rodovia. Sobre o assunto, Gialdino afirmou que a Aciu já discute o assunto com os associados, as empresas, o comércio, população em geral e agentes públicos, tanto municipais como por parte de deputados. “Cabe aí a união dessas instituições conosco ali com a própria prefeitura e com o poder público para que possa fazer esse projeto e encaminhar ao Governo do Estado”, destacou.

Leia também:

Especial: já há projeto de revitalização da rodovia Genésio Mazon? Coordenador regional explica a situação