A Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) está selecionando 90 bolsistas para atuarem em suas unidades de pesquisa e inovação. São 90 vagas distribuídas em 14 unidades da empresa localizadas em 11 municípios catarinenses. O processo de seleção atende à Chamada Pública da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) nº 17/2023. As inscrições estão abertas até dia 21 de janeiro.

O objetivo da iniciativa é aportar capital intelectual para apoiar os projetos de pesquisa científica, tecnológica, de gestão da pesquisa e da inovação da Epagri. As vagas estão vinculadas ao Núcleo de Inovação Tecnológica da Epagri e aos Programas Técnicos institucionais de Aquicultura e Pesca, Desenvolvimento e Sustentabilidade Ambiental, Fruticultura, Gestão de Negócios e Mercado, Grãos, Olericultura e Pecuária, executados nas Estações Experimentais, nos Centros Especializados e na Sede Administrativa da Empresa.

“Estamos muito satisfeitos em dar início a esse processo que vai permitir que 90 profissionais atuem lado a lado com nossas equipes de pesquisa, se capacitando, compartilhando conhecimento e apoiando projetos voltados para o desenvolvimento sustentável dos meios rural e pesqueiro de Santa Catarina”, destaca o presidente da Epagri, Dirceu Leite.

Vagas das bolsas

São 3 vagas para profissionais com doutorado, 34 vagas de nível superior, 26 para profissionais de nível médio e 27 para estudantes de nível superior. Elas estão distribuídas nos municípios de Florianópolis, Itajaí, Urussanga, São Joaquim, Lages, Campos Novos, Ituporanga, Videira, Caçador, Canoinhas e Chapecó. As atividades serão exercidas de forma presencial, com carga de 30 horas semanais.

Os valores das bolsas são: R$6,2 mil para profissional com doutorado, R$5,2 mil para nível superior, R$1,95 mil para nível médio e R$1 mil para estudante de nível superior. O valor global é de até R$6,5 milhões, para ser aplicado por até 24 meses.

Áreas de conhecimento

As oportunidades oferecidas pela Epagri são nas mais diversas áreas do conhecimento, incluindo ciência de dados, economia, geoprocessamento, publicidade, jornalismo, design gráfico, piscicultura, maricultura, monitoramento ambiental, arquitetura, engenharia civil, fruticultura, hortaliças, grãos, leite, solos, enologia, fitossanidade, fitotecnia, desenvolvimento e sustentabilidade ambiental, entre outras.

O diretor de ciência, tecnologia e inovação da Epagri, Reney Dorow, vê esse processo como uma troca que impulsiona a pesquisa agropecuária e a evolução tecnológica em Santa Catarina, ao mesmo tempo em que oferece uma oportunidade inédita para jovens com formação adequada. “Ao entrarem na Epagri, esses profissionais vão contribuir, mas também aperfeiçoar seu olhar na área de pesquisa e inovação, para depois seguirem suas carreiras e continuarem se aperfeiçoando na área acadêmica”, afirma. Ouça mais na entrevista realizada no programa Comando Marconi:

 

Em Urussanga, a Estação Experimental conta com vaga na áreas de apoio à pesquisa e experimentação agrícola, destinada a pessoas com nível superior em agronomia, engenharia agronômica, biologia ou biotecnologia ou química. Também há duas vagas para pessoas com nível médio, com técnico na área de ciências agrárias/agrícolas, e outra vaga para estudante de graduação de ciências agrárias ou biológicas.

Inscrição e seleção

As inscrições para as bolsas estão abertas até 21 de janeiro de 2024. Os candidatos deverão se inscrever encaminhando a documentação obrigatória por e-mail para os endereços específicos indicados no edital, de acordo com a vaga de interesse. Clique aqui para acessar o edital e saber como participar.

Colaboração: Isabela Schwengber / Assessoria de Imprensa