A noite desta quinta-feira, 23, é de Copa do Brasil no Estádio Heriberto Hülse. Criciúma e Bahia se enfrentam às 19 horas, pelo jogo de volta da terceira fase da competição nacional. Na ida, em Salvador, o Tricolor de Aço venceu por 1 a 0 e tem a vantagem do empate. Para o jogo, o técnico do Criciúma, Cláudio Tencati, terá quase todo o elenco à disposição, e da mesma forma, o comandante do Bahia, Rogério Ceni, que pode repetir a escalação pelo quinto jogo consecutivo. Quem avançar embolsa R$ 3,465 milhões.

O Criciúma não joga uma partida oficial desde o dia 30 de abril, quando enfrentou o mesmo Bahia, pela Copa do Brasil. Desde então, com as rodadas da Série A adiadas, o elenco teve uma preparação de 23 dias para o confronto desta quinta-feira. “A preparação foi muito importante. Infelizmente, teve a parada pelas tragédias no Rio Grande do Sul, vamos orar pelas famílias que lá estão, mas a gente vem trabalhando e fazendo o que o professor tem pedido, tanto fisicamente como tecnicamente”, afirmou Claudinho. 

Precisando vencer por dois ou mais gols de diferença para conquistar a classificação no tempo regulamentar, o técnico Cláudio Tencati pode escalar um time mais ofensivo, com três atacantes. Há a possibilidade de o Criciúma jogar apenas com um volante (Meritão), e o trio ofensivo ser formado por Eder, Bolasie e Felipe Vizeu, ou então, a entrada de Matheusinho no lugar de Vizeu.

O meia Marquinhos Gabriel enfatiza a importância do equilíbrio para alcançar a classificação. “Temos que ter uma equipe agressiva em casa e mais equilibrada. A gente precisa fazer o gol, mas temos 90 minutos para fazer dois gols e classificar direto”, disse. “O torcedor vai ficar ansioso para que a gente faça o gol rápido, mas temos 90 minutos para isso temos que jogar equilibrado”, completou.

Já o Bahia vem de quatro vitórias consecutivas. A equipe de Salvador venceu o Grêmio, o Criciúma (no jogo de ida), o Botafogo e o Bragantino, chegando a Criciúma embalada. O técnico Rogério Ceni não poderá contar com o lateral-esquerdo Ryan e o volante Acevedo, que estão fora há um bom tempo. O time deve manter a mesma escalação dos últimos quatro jogos.

“Sabemos que temos essa vantagem mínima, vencemos por 1×0 dentro de nossa casa. Mas trabalhamos bastante durante esse tempo sem jogos, para que possamos ir lá e fazer um grande jogo, independentemente de estarmos jogando fora de casa, e do fato de o adversário não ter perdido muito lá”, afirmou Luciano Juba, lateral-esquerdo do Bahia.

A Rádio Marconi transmite a partida ao vivo, direto do Estádio Heriberto Hulse. O jogo começa às 19h, e a Equipe 10 entra no ar a partir das 18h.

Criciúma

Provável escalação: Gustavo; Claudinho, Rodrigo, Wilker Ángel e Marcelo Hermes; Higor Meritão, Fellipe Mateus e Marquinhos Gabriel; Felipe Vizeu (Matheusinho ou Barreto), Bolasie e Eder.

Desfalques: Arthur Caíke e Matheus Teixeira

Bahia

Provável escalação: Marcos Felipe; Santiago Arias, Gabriel Xavier, Kanu e Luciano Juba; Caio Alexandre, Jean Lucas, Everton Ribeiro e Cauly; Thaciano e Everaldo.

Desfalques: Ryan e Acevedo

Arbitragem

Árbitro: Raphael Claus (FIFA – SP)

Assistente Nº 1: Marcelo Vangasse (CBF – SP)

Assistente Nº 2: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (CBF – SP)

Árbitro de vídeo: Pablo Ramon Pinheiro (FIFA – RN)