Um possível caso de agressão de um motorista de ônibus escolar contra alunos será investigado pela Polícia Civil, em Urussanga. Segundo o boletim de ocorrência feito pela Polícia Militar, as agressões teriam acontecido após uma freada brusca do ônibus, em frente a um supermercado no bairro Bom Jesus. O caso teria acontecido durante esta quarta-feira, dia 19.

Conforme a PM, uma testemunha que estava na rua relatou que, após a freada brusca, o motorista se levantou e foi até o fundo do ônibus, onde agrediu uma criança com tapas. A testemunha ficou revoltada com a situação, e foi até o ônibus questionar o motorista sobre a atitude. Os dois discutiram, e o motorista fechou a janela do ônibus com força, quebrando ela. A testemunha também falou que, durante a discussão, uma criança e uma adolescente chegaram chorando, relatando que o motorista tinha agredido elas. Uma delas apresentava cortes no rosto, braço e quadril, e a outra afirmou que sentia dor no braço esquerdo.

A PM conversou com o motorista, que falou que um casal de adolescentes estava discutindo dentro do ônibus, quando percebeu que a monitora e uma adolescente haviam caído, momento em que freou o ônibus e foi verificar o que estava acontecendo. Segundo a PM, o motorista afirmou que não agrediu ninguém, somente falou em tom alto com a aluna. A monitora, que é esposa do motorista, confirmou o relato do marido.

Um inquérito policial será aberto para investigar o caso. O delegado Túlio Falcão será responsável pelo inquérito.