A partir de outubro, os recenseadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE vão percorrer as áreas rurais de Morro da Fumaça para atualizar os dados do município. A pesquisa faz parte do Censo Agro 2017, que será realizado paralelamente em diversas cidades do Brasil com a previsão de conclusão em fevereiro de 2018. Os estabelecimentos agropecuários e o papel da agricultura familiar na vida das pessoas vão estar no foco da pesquisa.

De acordo com a diretora do departamento de Agricultura de Morro da Fumaça, Patrícia Coral, mais de 40 perguntas serão feitas pelos pesquisadores que vão estar identificados com as credenciais do IBGE. “A pesquisa será feita com o tablet para agilizar no cadastramento e envio de respostas. É fundamental que as pessoas respondam este Censo de forma sincera, pois é por meio destes dados que vamos ter subsídios para futuros projetos e assistência do município”, conta.

O Censo Agro 2017 vai subsidiar a implantação do cadastro de estabelecimentos agropecuários e do Sistema Nacional de Pesquisas Agropecuárias. Isso permitirá a criação da Pesquisa Nacional por Amostra de Estabelecimentos Agropecuários, que irá a campo, anualmente, captar dados pormenorizados sobre receitas e despesas na produção, crédito e seguro rural, proteção de mananciais, conservação da fauna e flora, uso de agrotóxicos, técnicas de produção, além da situação social e familiar dos trabalhadores do campo, entre outros temas.

Colaboração: Filipe Casagrande / Comunicação Prefeitura de Morro da Fumaça