A 16ª edição da Feira do Livro de Criciúma inicia neste sábado, dia 8, na Praça Nereu Ramos, na área central do município. Organizado pela prefeitura, através da Fundação Cultural de Criciúma (FCC) e da Secretaria de Educação, o evento seguirá até o dia 19 de julho. A solenidade de abertura oficial da feira será às 9h. A expectativa dos organizadores é receber, em média, 30 mil pessoas na edição que contará com atrações culturais, musicais e artísticas, além de uma apresentação especial da escritora e roteirista Letícia Wierzchowski, autora do livro ‘A Casa das Sete Mulheres’.

A feira contará com aproximadamente 70 mil exemplares, de variados gêneros literários, e funcionará de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, e aos sábados, das 9h às 13h. No dia 8, o horário se estenderá até às 17h. “É fundamental termos um evento como a Feira do Livro no nosso município. Além do incentivo à leitura, a feira vai movimentar, também, o comércio de Criciúma”, afirma o prefeito Clésio Salvaro.

“Já estamos na 16ª edição da Feira do Livro, um marco para Criciúma. São poucas as cidades que podem dizer que possuem um evento que incentiva não só na alfabetização e na inserção da literatura, mas também na cultura do nosso e de outros países. Todos estão convidados a prestigiar”, comenta o presidente da FCC, Joster Favero.

Neste ano, o Vale Livro está mantido para aproximadamente 22 mil alunos da rede municipal de ensino de Criciúma, além de professores. O Vale Livro é pessoal e intransferível, com valor de R$ 10 para estudantes e R$ 30 para professores, conforme a lei nº 7.970, de 2021. “O evento proporcionará um movimento cultural composto de atrações teatrais, musicais, rodas de conversa, encontros com escritores. Será uma grande festa cultural na qual os livros e a literatura são os grandes destaques”, destaca o diretor de Cultura da FCC, Clairton Rosado.

Colaboração: Letícia Cardoso / Decom Criciúma