Com o objetivo de investigar possível irregularidade na execução de serviço de molha de estradas do interior de Urussanga, a Câmara de Vereadores aprovou a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). A votação aconteceu nesta terça-feira, dia 20, durante a última sessão do ano. O requerimento para a instauração da CPI é de autoria dos vereadores Elson Roberto Ramos (MDB), Daniel Rejes Pereira Moraes (PSD) e Fabiano Murialdo De Bona (PSDB), no qual foi aprovado por unanimidade.

Relacionado a investigação do serviço de molha, o trabalho com caminhão pipa foi prestado pela empresa Correa Nunes, contratada pela prefeitura de Urussanga, nos anos de 2018 e 2019. As bancadas partidárias com representatividade no Legislativo devem protocolar na secretaria da Casa até as 19h de quarta-feira, dia 21, a indicação dos nomes para integrar a CPI. O Ato de constituição da CPI será emitido posteriormente pela Mesa Diretora.

De acordo com o vereador Daniel, que será o novo presidente da Casa no próximo ano, a CPI buscará apurar os fatos da melhor forma possível. O parlamentar ainda ressaltou que o papel do vereador também é de fiscalizar os trabalhos realizados no município.

Leia também:

Câmara de Vereadores de Urussanga elege nova Mesa Diretora