Uma pessoa morre e cinco ficam feridas após colisão em Urussanga

A colisão frontal entre dois veículos aconteceu durante a tarde deste domingo (15), na SC-108, em São João do Rio Maior

Foto: CBM Urussanga

Uma pessoa morreu e outras cinco ficaram feridas em um grave acidente que aconteceu na tarde deste domingo (15), em Urussanga, na SC-108. Por volta das 14h 40min, um VW Gol, placas de Armazém e Ford Fiesta, placas de Lauro Muller, colidiram frontalmente na comunidade de São João do Rio Maior. O Fiesta teve um princípio de incêndio, mas foi controlado por populares com o uso de extintores. Participaram do resgate o Corpo de Bombeiros Militar de Urussanga e Orleans,  Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Morro da Fumaça e Tubarão.

Conforme CBM, duas vítimas foram encontradas dentro do Gol, presas as ferragens. Elas não usavam o cinto de segurança. Quando a guarnição chegou a caroneira já estava sem vida. O condutor do carro estava preso entre os pedais e o assento, agitado, com sinais vitais alterados e fratura no fêmur, lacerações e suspeita de traumatismo cranioencefálico (TCE). Foi necessário o rebatimento do teto do veículo e remoção do assento para retirada das vítimas.

Duas crianças estavam no banco de trás do Gol. A menina de 5 anos estava consciente e orientada, apresentando fratura no braço esquerdo, escoriações no rosto e sinais vitais estáveis. Ela foi conduzida ao Hospital Santa Otília de Orleans pelo SAMU. O menino de 3 anos estava consciente e orientado, apresentava hematoma no lado esquerdo do rosto, fratura no braço e sinais vitais normais, sendo conduzido ao Hospital Nossa Senhora da Conceição de Urussanga.

No Ford Fiesta estavam duas pessoas. Quando a guarnição chegou ao local elas já estavam fora do veículo. A caroneira, S. M. de 22 anos, estava consciente e desorientada, apresentando ferimento na cabeça e escoriações pelo corpo. Já o motorista, J. M. de 20 anos, estava consciente e orientado, com hematoma no rosto e escoriações pelo corpo. Os dois foram conduzidos para o Hospital Santa Otília de Orleans.

A Polícia Rodoviária Estadual de Cocal do Sul ficou aos cuidados do local e do trânsito até a chegada da Polícia Civil e Instituto Geral de Perícias.