Os aeroportos do Sul do Estado receberam visitas técnicas nessa terça-feira, dia 16, do secretário de Portos, Aeroportos e Ferrovias (SPAF), Robison Coelho. Ele foi recebido pelos representantes das empresas contratadas pelo Estado para a gestão dos aeroportos de Jaguaruna e de Forquilhinha.

Em Jaguaruna, Coelho conheceu a estrutura que está na reta final da Parceria Público Privada e que deverá receber mais de R$ 60 milhões em investimentos. As empresas interessadas na concessão têm até o dia 1° de fevereiro para apresentar as propostas e os envelopes serão abertos em 7 de fevereiro na B3, em São Paulo.

“O Aeroporto de Jaguaruna teve em 2023 o seu segundo melhor desempenho em quase 10 anos de operações. Foram mais de 133 mil passageiros e um crescimento de 8,48% em relação a 2022. Isso demonstra que existe um potencial de crescimento. Com os investimentos necessários e uma gestão privada terá condições de atender toda uma região importante. Os números dos outros aeroportos privados do estado mostram que esse é o caminho para oferecer melhores serviços aos usuários”, afirma Coelho.

Já o Aeroporto de Forquilhinha foi reaberto em 2023 depois de quase dois anos fechado para obras. Um investimento de mais de R$ 17 milhões. Ainda sob gestão estadual, o aeroporto será subdelegado ao município neste ano de 2024. “E mesmo assim o Estado seguirá investindo. Teremos aqui uma base do SAER que otimizará os recursos da segurança e será uma estrutura a mais no Aeroporto, que tem esta importante função de atender aos voos de segurança, de emergências de saúde e de aviação executiva”, acrescenta o secretário.

Com informações da Agência Catarinense de Notícias