O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, assinou nesta sexta-feira (13), o projeto de lei n° 123/17, que autoriza a Prefeitura de Criciúma a receber do Governo Federal, por cessão de uso, o antigo edifício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A assinatura do Projeto Executivo (PE) foi realizada durante vistoria técnica ao prédio localizado na rua João Pessoa, no Centro.

O PE também autoriza o Poder Executivo a receber da União a área do Centro Cultural Jorge Zanatta, situado na rua Coronel Pedro Benedet, no Centro. “Vamos promover benfeitorias nos imóveis. No antigo prédio do INSS, pretendemos instalar uma espécie de Subprefeitura e disponibilizar serviços aos cidadãos”, destaca Salvaro. A proposta do Governo de Criciúma foi protocolada na Câmara de Vereadores e encaminhada para leitura em plenário.

O antigo prédio do INSS possui dois pavimentos e 1,4 mil metros quadrados. A Prefeitura de Criciúma utilizará a estrutura pelos próximos 20 anos, prorrogáveis pelo mesmo período. Conforme Salvaro, a Administração Municipal realizará uma análise a fim de estabelecer o valor a ser investido para readequar o edifício.

“O primeiro passo é lavar a fachada do prédio e a área externa. Isso é um pedido dos comerciantes e será feito até dezembro. Depois, vamos iniciar os trabalhos na parte interna”, explica a secretária municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, Kátia Smielevski.

O vice-prefeito de Criciúma, Ricardo Fabris, acompanhou a visita ao local. O presidente do Poder Legislativo, Julio Colombo, e os vereadores Geovana Benedet Zanette, Aldinei Potelecki e Valmir Dagostim, também participaram da vistoria.

Imóvel cedido à Prefeitura de Criciúma

O termo de cessão de uso do antigo prédio do INSS foi assinado pelo prefeito de Criciúma na última quarta-feira (11), na sede da Superintendência do Patrimônio da União (SPU) em Santa Catarina, em Florianópolis. O ato contou com o prestígio do superintendente da SPU em Santa Catarina, Carlos José Bauer, além de representantes do órgão da União.

Colaboração: Jhulian Pereira  / Assessoria de Comunicação