A pavimentação da rodovia dos Mineiros já é uma reivindicação histórica dos moradores das comunidades de Rio Carvão e Santana, em Urussanga. Agora, representantes da região buscam a atualização do projeto que existe e o apoio de políticos para que a obra seja realizada. De acordo com o presidente da Associação Comunitária do Rio Carvão (Acric), Luiz Henrique Martins, o Cuíca, os moradores se reuniram com o prefeito Jair Nandi para que a prefeitura faça as atualizações do projeto. Além disso, há conversas com representantes do MDB e PL, partidos que possuem poder de decisão no atual Governo do Estado.

Em entrevista, Cuíca explicou que o projeto precisa ser atualizado na questão de indenização de algumas famílias e a parte de licença ambiental. “Até o momento, a gente se reuniu faz uns 45 dias, não foram resolvidos ainda esses dois pontos, mas a gente percebe pelo menos com a questão ambiental que está bem encaminhada e o município está tomando as providências”, comentou. “Na sequência fizemos duas reuniões com dois partidos políticos: o MDB e o PL. Até explico o porquê da escolha dos dois partidos, é porque o MDB, o secretário de Infraestrutura de Santa Catarina é da sigla, o deputado Jerry Comper; e o governador do Estado, Jorginho Mello, é do PL”, acrescentou.

Para Cuíca, as situações pendentes sobre o projeto de pavimentação da rodovia são consideradas fáceis. “Onde está o problema? Está na força política, decisão, liberar o dinheiro, é isso que está faltando. Essa força nós não temos”, afirmou. O assunto foi destaque em entrevista no programa Comando Marconi com Cuíca. Entenda mais na íntegra:

 

O presidente da Acric relembrou os trabalhos realizados há anos pelas comunidades para que a pavimentação seja realizada. “A gente tem que ter, vamos dizer assim, bastante inteligência emocional para administrar tudo isso, porque muitas pessoas da comunidade já estão de saco cheio. Muitos não querem mais nem ouvir no assuntos, outros já desanimaram, não acreditam mais”, comentou. “Nós estamos aguardando que o município de Urussanga resolva os dois pedidos que nós solicitamos, que seria a licença ambiental e a indenização de alguns moradores. Aguardamos o retorno do MDB da nossa reunião e também agora aguardamos o PL a possibilidade de agendar essa reunião com o governador do Estado”, esclareceu Cuíca sobre os próximos passos.