Após um ano e meio com as obras paradas, os trabalhos de duplicação da SC-108, entre Urussanga e Criciúma, passando por Cocal do Sul, devem retornar nesta semana. Nessa terça-feira, dia 4, o Governo do Estado assinou a ordem de reinício das obras, através da empresa Setep Construções, que venceu a licitação para fazer os trabalhos. Em entrevista, o coordenador regional Sul de Infraestrutura, Ademir Honorato, afirmou que as obras pararam no fim de 2022 devido a processos burocráticos, como falta de licença ambiental e desapropriações.

Conforme Ademir, a empresa Setep pediu 48 horas para iniciar a mobilização e começar as obras. “Essa obra é de R$ 222 milhões e são separadas em três trechos: trecho 1, 2 e 3. São 16,5 quilômetros. O trecho 1 é de Criciúma até a intersecção de Cocal, onde vai fazer o anel de contorno, o trecho 3 é lá para onde sai depois de Cocal e Urussanga, que vai para Urussanga, e o trecho 2 é o anel de contorno de Cocal do Sul, que dá 9,5 quilômetros”, explica. O assunto foi destaque em entrevista no programa Comando Marconi. Ouça mais:

 

Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba as principais notícias que foram destaques na programação da Marconi FM