Buscando investir em qualificação de mão de obra, para fomentar a economia municipal, a prefeitura de Urussanga assinou uma parceria com o Projeto Escola Móvel, do SENAI. A assinatura aconteceu nesta quinta-feira, dia 15. A iniciativa chega ao município em 2023, no qual serão ofertadas 80 vagas nos cursos de carpintaria e pedreiro de alvenaria.

“Buscamos alternativas de como levar educação profissionalizante de qualidade, para lidar com a escassez de mão de obra qualificada e focando principalmente onde não temos estrutura própria do SENAI. Afinal, um dos grandes desafios é o deslocamento destas pessoas até outras cidades para estudarem. Este projeto foi e continua sendo um sucesso exatamente por isso, ele trouxe essa possibilidade para perto, onde as pessoas estão”, explica o coordenador regional de Mercado da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), Filipe Rampinelli Pereira.

Com o projeto, o SENAI monta a estrutura no município de maneira a suprir essa necessidade no período de curso. As aulas serão realizadas nos meses de maio, junho e julho, com uma carga horária total por curso de 160 horas. “O curso de carpintaria terá sua parte prática realizada dentro de uma empresa parceira na região, e o de pedreiro de alvenaria, será dentro da nossa estrutura, assim como as aulas teóricas”, destaca Rampinelli.

O edital com as regras para os interessados, bem como o período de inscrições para o processo seletivo, será lançado no mês de janeiro. “Fazer essa parceria com o projeto Escola Móvel era um sonho antigo da nossa administração que agora começa a tomar forma. Qualificar essa mão de obra é abrir vagas no mercado de trabalho para elas. Queremos trazer oportunidade e desenvolvimento econômico para as famílias urussanguenses, e acreditamos que os cursos de qualificação profissional são um importante passo neste processo”, afirmou o prefeito municipal, Luiz Gustavo Cancellier.

Colaboração: Ana Paula Nesi / Assessoria de Imprensa