O Partido Progressista de Urussanga irá definir os principais detalhes para as eleições municipais em uma reunião com o diretório. O encontro acontece nesta segunda-feira, dia 1°, às 19 horas, na residência do presidente da sigla, Gilson Casagrande. Para o vereador Odivaldo Bonetti, que é pré-candidato a prefeito, a reunião será importante para definir se haverá coligação ou não, os pré-candidatos a vereadores e outros planejamentos. “Vai ser definido, eu acho que hoje e nos próximos dias a nominata dos dez que vão enfrentar conosco a batalha, que vão pedir votos aos principais cabos eleitorais e também ouvir a população para fazer um bom plano de governo, não aquele plano ilusório, mas um plano factível, que realmente tenha condições do governante, através da sua gestão, realmente fazer, implementar o plano que promete”, destacou Odivaldo.

Em entrevista, o pré-candidato a prefeito afirmou que o partido se reoxigenou após os recentes acontecimentos políticos de Urussanga. Odivaldo se referiu a prisão preventiva do prefeito Luis Gustavo Cancellier, que até então fazia parte do PP, mas foi expulso da sigla, assim como o vereador Thiago Mutini. “Acho que conseguiu, virou a página, foi feito o procedimento de expulsão, tiramos o que tava de errado e a gente tem que aproveitar as pessoas boas, a gente sabe o que tem que fazer para Urussanga melhorar, essa experiência vivida a gente tem que aprender com ela, né, está aí os exemplos. Política é coisa séria, não é para ir lá para fazer brincadeira, tem que ir lá e fazer a coisa certa”, comentou Bonetti.

O assunto foi destaque em entrevista no programa Comando Marconi com Gilson e Odivaldo. Ouça mais na íntegra:

 

Conforme o presidente Gilson, o PP ainda está conversando com os pré-candidatos a vereador. “Para analisar também seus pensamentos, o que é melhor para eles também, para nós darmos aquele apoio para nossos pré-candidatos, que nós temos que andar junto, não é um querer subir em cima do outro para vantagem, o nosso partido não vê vantagem, o nosso partido, assim, ele trabalha unido, todos, de uma forma muito especial”, disse Casagrande. Sobre coligações, Odivaldo afirmou que é necessário o PP urussanguense se entender primeiro, analisando o que se quer, para depois discutir qual partido uma possível coligação pode ser feita.