É comum que as pessoas tomem banhos mais quentes durante os dias frios. Apesar de ser uma prática corriqueira, tomar banho muito quente é prejudicial para a pele, principalmente para quem possui dermatite seborreica, piorando os sintomas. De acordo com a médica dermatologista e presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) regional Santa Catarina, doutora Juliana Kida, a água quente no couro cabeludo e no rosto intensificam o problema. “O principal sintoma geralmente é uma coceira no couro cabeludo e, quando você coça, pode soltar essas escamas brancas, pequenininhas, que às vezes a gente percebe quando usa um casaco preto, aí a gente percebe que está cheio de pelezinhas ali no tecido preto”, explica.

O assunto foi abordado com mais detalhes em entrevista com a doutora Juliana no programa Ponto de Encontro. Entenda mais:

 

Além da cabeça, o problema pode ser percebido em partes específicas do rosto, como nos cantos do nariz, sobrancelhas e na região da barba, em homens. Conforme a especialista, a dermatite seborreica tem ligação com fatores genéticos. Além desse quesito, o problema também está muito relacionado com episódios de estresse, que pioram os sintomas. “Não tem cura, mas tem tratamento e com o tratamento a gente consegue controlar a dermatite. O tratamento vai variar muito de acordo com a gravidade do quadro. Quadros leves, geralmente a gente só orienta a não lavar o cabelo com água quente e usar às vezes um shampoo para a dermatite. Casos mais graves exigem, às vezes, loções com corticoide, mas aí o médico dermatologista avalia e vê qual é o melhor tratamento”, detalha a doutora Juliana.