Após sete semanas consecutivas de queda, o número de casos ativos chegou a 6.573 registros nesta quinta-feira, dia 17. Esses números representam uma redução de 92% no total de casos ativos de 29 de janeiro a 17 de março.

Com a disseminação da variante Ômicron em todo o estado a partir de janeiro de 2022, o número de casos ativos aumentou de 4.508 em 1º de janeiro para 80.251 em 29 de janeiro. Desde então, o total de casos ativos passou a diminuir.

Os dados também mostram uma queda significativa na média de óbitos nos últimos dias – 1º de março até esta quinta, 17. Após alcançarem a média de 32 óbitos semanais em 4 de fevereiro, o número vem reduzindo por seis semanas consecutivas, com pouco mais de seis mortes por Covid-19 ocorridas nos últimos 7 dias.

Vacinação

Boa parte dessa redução deve ser creditada aos índices de vacinação registrados em Santa Catarina. Foram aproximadamente 14 milhões de doses aplicadas em pouco mais de um ano da maior Campanha da história. A cobertura da população vacinável com o esquema primário completo já alcançou os 83%, segundo dados do Vacinômetro de Santa Catarina e do Ministério da Saúde.

Ainda é necessário avançar mais nas coberturas da dose de reforço, que ainda alcança pouco mais de 37% de cobertura na população acima de 18 anos.

“Com a redução nos índices de casos ativos e mortes por Covid-19, aliados ao alcance da cobertura vacinal em todo o estado, foi possível promover com segurança a abertura de setores da economia, ao mesmo tempo que foi possível reduzir as regras sanitárias, promovendo a desobrigatoriedade do uso de máscaras que continua com seu uso recomendado para situações específicas. A vacina é o que nos faz efetivamente deixar a pandemia para trás, por isso é fundamental para todos retornarem aos postos para receberem a dose de reforço”, apontou o secretário da Saúde André Motta Ribeiro.

Com informações do Governo de Santa Catariana