Mais uma edição do retiro de carnaval Vinde e Vede chega à Diocese de Criciúma. Nos dias 10, 11, 12 e 13 de fevereiro, a juventude católica recebe uma experiência única de fé e espiritualidade no Santuário Diocesano Nossa Senhora de Caravaggio, em Nova Veneza. Para participar e aproveitar o valor do primeiro lote, por R$ 100 (para três ou quatro dias) e R$ 60 (para um ou dois dias), os jovens devem se inscrever até o próximo domingo, dia 21.

Na virada do lote, a partir de 22 de janeiro, o valor passa a ser de R$ 120 para três ou quatro dias e R$ 70 para um ou dois. A 28ª edição do Vinde e Vede promete momentos intensos de oração, reflexão e comunhão, além de um encontro especial que fortalece a conexão com Deus e os irmãos.

Pregadoras confirmadas e expectativas de mil jovens. Na última edição, o retiro contou com a participação de cerca de 600 jovens. Em 2024, a expectativa é de 900 a mil pessoas. Para animar a juventude e levar conhecimento e santidade, duas presenças já estão confirmadas: a Irmã Tereza das Chagas e a serva e coordenadora do Grupo de Oração Rainha da Paz, de Siderópolis, Márcia Severo Salvaro.

“Os jovens devem participar buscando uma nova experiência, um encontro pessoal com Jesus. Diante de tantas coisas que vivemos no mundo, surgiu o carnaval de uma maneira diferente, de uma maneira santa”, frisou o coordenador da Comissão Vinde e Vede durante o biênio 2022/23, Jônatas João Corrêa. Ouça mais sobre o assunto:

 

Como participar As inscrições podem ser feitas pela internet (ACESSE AQUI). A idade mínima permitida aos participantes é de 13 anos completos até o último dia do evento. É importante se atentar ao modo de vestir, utilizando calças ou bermudas até o joelho e evitando roupas que expõem o corpo.

A inscrição inclui alimentação e alojamento. Os jovens ficarão hospedados em locais preparados pela equipe organizadora. É preciso levar colchão ou colchonete, lençol, travesseiro, cobertor e materiais de higiene pessoal. Para maiores de 18 anos, dormir no local é opcional.

Surgimento do Vinde e Vede A RCC surgiu em Criciúma há cerca de 38 anos e começou a trabalhar com os jovens apenas 13 anos depois. Percebendo a falta da juventude na igreja, iniciaram levando os catequizandos aos retiros com a “Cultura de Pentecostes”, que é o modo como a Renovação atua.

“Então começaram a fazer os retiros de carnaval. O bispo na época, Dom Paulo, deu a ideia de nomear como Vinde e Vede. Começamos a trazer pregadores e cantores de fora. Com esses retiros, surgiram muitas vocações para o sacerdócio. Hoje, nós temos uma leva grande de padres que adotaram a Renovação Carismática como seus lemas”, contou a coordenadora da RCC de Criciúma no biênio 2022/23, Iracema Soares Custódia.

Colaboração: Giovana Bordignon / Assessoria Vinde e Vede