A ansiedade é uma resposta fisiológica do organismo ao reagir a situações de perigo ou estresse. Historicamente, os sintomas eram percebidos ao ver um animal perigoso, por exemplo, no qual a pessoa tinha uma reação para fugir. Agora, em um contexto atual, os sintomas de ansiedade são percebidos em outras situações de estresse, como no trabalho. De acordo com o especialista da Associação dos Aposentados de Urussanga, doutor Gabriel Seemann De Abreu, quando há preocupações excessivas, a ansiedade se torna um transtorno.

Conforme o especialista, existem diferentes tipos e níveis de ansiedade. “O principal seria o transtorno de ansiedade generalizada, que é o mais comum, que seria esse tipo de ansiedade a qualquer coisa, uma preocupação excessiva sem ter uma potencial ameaça. Eu acredito que seria seguido pela ansiedade social, que seria a fobia, o medo, a ansiedade da parte mais de exposição da pessoa a ocasiões sociais em que tem muita gente. Tem também o transtorno de pânico, que é um pouquinho diferente, porque ele é mais caracterizado por um medo excessivo, a preocupação seria mais no campo do pensamento. O medo é uma coisa mais carnal, é uma coisa mais de sintoma físico. Então, o coração dispara, parece que eu vou morrer, eu tenho medo muito intenso. E aí, eu acho que o último seria as fobias específicas, a fobia de aranha, a fobia de altura, a fobia de elevadores, são os principais”, explica o doutor Gabriel.

O assunto foi abordado em entrevista com o profissional em entrevista no programa Ponto de Encontro. Ouça mais na íntegra:

 

O doutor Gabriel esclarece que o tratamento dos sintomas da ansiedade envolvem a prática de atividade física, alimentação balanceada e acompanhamento profissional, com um psicólogo ou psiquiatra, dependendo do caso.

Associação dos Aposentados de Urussanga

Além de atendimento especializado em psiquiatra, a associação oferece outros profissionais, como cardiologista, endocrinologista, gastroenterologista, geriatra, neurologista, oftalmologista, ortopedista, clínico geral e dentista. A associação também realiza exames, como eletrocardiograma e ultrassom com doppler. O contato da Associação dos Aposentados de Urussanga é o 48 3465-2248.