A chegada do inverno, a estação mais fria do ano, traz consigo um aumento na circulação de vírus respiratórios, afetando principalmente crianças e idosos. Esse cenário causa preocupação entre os pais, que veem seus filhos pequenos como os mais vulneráveis às complicações dessas infecções. A médica Katrine Bardini, pediatra do Centro de Especialidades Médicas de Urussanga, aponta o vírus Influenza como um dos principais agentes das infecções respiratórias nesta época do ano.

Os sintomas incluem febre, dor de garganta, dores no corpo e tosse, que pode ser seca ou produtiva, e que pode se agravar repentinamente. “Temos observado um aumento significativo no número de casos com sintomas gripais. É crucial adotar medidas preventivas, como a higiene das mãos, evitar aglomerações em ambientes fechados, cobrir a boca com o cotovelo ao tossir e evitar o contato próximo com idosos e crianças menores de dois anos em caso de suspeita de gripe”, enfatiza a médica. O assunto foi abordado em entrevista no Ponto de Encontro. Ouça:

 

Doutora Katrine Bardini

Além disso, a pediatra reforça a importância da vacinação como a medida mais eficaz de prevenção contra a gripe. “Os postos de saúde estão oferecendo a vacina contra a gripe para todos os públicos. É uma vacina segura, com poucos efeitos colaterais, e é fundamental para prevenir complicações graves da doença, como pneumonia e síndrome respiratória aguda grave”, informa.

A recomendação da especialista para a vacinação de toda a família destaca a importância de uma abordagem coletiva na prevenção da gripe, visando proteger os mais vulneráveis e minimizar o impacto da doença na comunidade durante o inverno.

Colaboração: Vanessa Matiola / Assessoria de Imprensa