As quadras de areia localizadas aos fundos do Container Food Park Summer, no Balneário Rincão, vão receber o 1º Desafio Unesc de Beach Tennis por equipes, nos dias 27 e 28 de janeiro. O evento, organizado pela Universidade, tem o intuito de integrar toda a comunidade e será composto pelas categorias Open, B, C e D. Interessados poderão acessar o site da Universidade (CLIQUE AQUI) para outras informações e inscrições, que devem ser feitas por equipes compostas por dois homens e duas mulheres. A taxa de inscrição é de R$ 80,00 por participante.

Encantada com o esporte, a reitora Luciane Bisognin Ceretta, lembra que este é mais um dos incentivos da Universidade que abraça as causas do Sul, é democrática e participativa. “O esporte é uma das bandeiras da nossa Universidade. Entendemos que é uma forma de integrar famílias, de se conectar, além de melhorar a qualidade de vida. Temos certeza que será um grande sucesso e convidamos todos a participarem”, diz a reitora.

A abertura do campeonato, segundo Luciane, será às 19h de sexta-feira, dia 27, e, às 20h15, ocorrerão os jogos de exibição entre professores da modalidade. Os confrontos iniciam no sábado, dia 28, a partir das 8h. As premiações ocorrerão às 11h30 e às 19h30. “Estamos preparando tudo com muito carinho para receber os atletas, os apreciadores do esporte, autoridades, e toda a população que queira participar deste dia que será prazeroso, alegre e contagiante”, enfatiza a reitora.

O programa Ponto de Encontro abordou mais sobre o evento em entrevista com a chefe de gabinete da reitoria, Suelen Rosa Biz. Ouça:

 

Disputa por equipes

A novidade da competição está nas disputas já que serão entre equipes, conforme o professor de Educação Física e técnico de Beach Tennis, Magnus Pavei, responsável pela gestão técnica do evento. “Esse tipo de competição é muito usado na Copa das Federações, um torneio entre estados e no interclube catarinense. Ele é dividido por categorias que vão do iniciante ao avançado. A disputa começa com jogo da dupla feminina, logo após jogam os homens e a mista, escolhida pela equipe. Diferente dos torneios convencionais, a competição por equipes tem um capitão, que pode dar instruções dentro da quadra aos jogadores”, explica ele.

De acordo com Pavei, a expectativa está bem grande para esse Desafio. “A ideia é que esse Desafio fique no calendário de eventos do Balneário. Ele tem grande impacto por ser a Unesc a idealizadora da competição e chama a atenção pelo estilo criado. Tenho certeza que será muito divertido”, comenta.

O Beach Tennis, segundo ele, vem crescendo a cada dia. Além de ser um esporte que se aprende com certa facilidade, se constitui, acima de tudo, numa diversão, além de contribuir para a melhoria do condicionamento físico. “Ele é simples de ser jogado, agrega familiares e amigos, o que torna muito divertido e emocionante”, destaca.

Inscrições

As inscrições para o 1º Desafio Unesc de Beach Tennis são limitadas a oito equipes por categoria e o nome da equipe e o seu uniforme não poderão fazer referência a nenhum clube, arena ou professor (a) de Beach Tennis. Cada confronto será composto por duplas femininas e duplas masculinas, além de duplas mistas. O sistema de disputa será melhor de três partidas de seis games: 1º jogo feminino; 2º jogo masculino; 3º jogo misto. As inscrições vão até o dia 24 de janeiro.

Premiação

Para gratificação aos participantes, serão concedidos os seguintes prêmios para todas as categorias:

  • Campeões
    Medalhas, brindes e R$ 1.000,00
  • Finalistas
    Medalhas, brindes e R$ 800,00
  • 3º ao 8º lugar
    Medalhas e brindes

“Me encontrei fazendo Beach Tennis”

A moradora de Criciúma, Patrícia Zanette, 39 anos, conheceu a modalidade em setembro de 2021 e desde então não largou mais. Atualmente, treina de três a quatro vezes por semana e já carrega na sua bagagem a participação em um campeonato amador. Agora, segundo ela, o próximo desafio será no evento promovido pela Universidade. “Já acionei as amigas e estaremos lá para participar”, conta.

Patrícia, que ainda em 2021 adquiriu a sua primeira raquete, não esconde o entusiasmo em participar desta modalidade que ganha adeptos a cada dia. “Eu era sedentária e não me identificava com nenhum esporte, mas o Beach Tennis mudou a minha rotina. É um momento que tiro para interagir e fazer amizades. Também reencontrei muitas pessoas”, enfatiza.

Seja nas areias do Balneário ou nos clubes da cidade onde mora, Patrícia renovou o seu estilo de vida. “Não largo mais, pois ele já me proporcionou muitas experiências. Acho que a questão do clima, das pessoas, do pé na areia, isso tudo traz uma sensação de bem-estar, de alegria e de conforto, além de ser acolhedor”, finaliza.

A coordenadora do setor de esportes da Unesc, Giselle Torri, adora praticar o esporte. Segundo ela, o Beach Tennis, além de muito divertido e descontraído, traz diversas vantagens para a saúde, pois melhora o condicionamento físico. “A prática exige movimentação intensa em um solo irregular. Além disso, fortalece a musculatura do corpo todo, tem menos impacto, aumenta a percepção corporal e estimula a cognição”, enfatiza.

Sobre o Beach Tennis

O Beach Tennis foi uma adaptação de tenistas que jogavam na beira da praia, na Itália. O objetivo do jogo é jogar a bolinha no chão da quadra do adversário. Por ser de fácil prática e divertido, é considerado ideal para aprimorar o condicionamento físico e mental.

No Brasil, chegou ao Rio de Janeiro em 2008, sendo o primeiro estado a dar volume à prática da modalidade. A Federação Internacional de Tênis (ITF) padronizou as regras em 1996 e, hoje, ocorrem campeonatos com atletas profissionais pelo mundo todo.

Colaboração: Daniela Savi / Agecom Unesc