Tradição da emissora, o programa Comando Marconi realiza o especial de retrospectiva todos os anos. Representações políticas, associações, entidades e organizações fazem um balanço das ações do ano e do planejamento para o próximo em entrevista. É uma oportunidade para que os ouvintes possam saber o que as representações de cada cidade estão fazendo em prol da comunidade. Uns dos destaques do especial de retrospectiva, são as entrevistas com o Executivo de cada município.

Como se trata de uma entrevista sobre as ações realizadas na cidade, é esperado que o prefeito e vice compareçam juntos para fazer o balanço da gestão. Mas em Urussanga, a situação é diferente. É sabido que o prefeito Luis Gustavo Cancellier (PP) e o vice Jair Nandi (PSD) não possuem uma harmonia, isso devido aos inúmeros acontecimentos políticos que marcaram 2021 e 2022.

Apesar de tudo isso, pensando em mostrar os trabalhos da atual gestão, o Comando Marconi gostaria de realizar a entrevista com o Executivo urussanguense, mesmo que os dois não comparecessem juntos ao estúdio. Há uma semana, a Rádio Marconi divulga sobre a entrevista que seria realizada com Cancellier e Nandi, embora fossem em horários diferentes.

A entrevista com o prefeito já havia sido agendada para a semana do Natal, na quarta-feira, dia 21. No dia anterior, a entrevista foi desmarcada por meio da assessoria de imprensa da prefeitura. Nesta segunda-feira, dia 26, a produção solicitou novamente a entrevista, que poderia ser realizada na quarta, quinta ou sexta-feira. A conversa havia sido agendada para hoje, dia 30, às 7h35.

Ao marcar as entrevistas com o prefeito, a assessoria de imprensa perguntou algumas vezes a produção que dia que o vice falaria, e comentou que seria melhor que a entrevista não fosse no mesmo dia que a do prefeito. Vale destacar que quem define os horários e entrevistados é a equipe de produção de jornalismo da emissora.

Pois bem, por questão de lógica, o prefeito fala primeiro que o vice. Era esperado a entrevista do prefeito Cancellier às 7h35, e, logo após, Nandi falaria às 8h15. Mas a primeira entrevista marcada para o dia não aconteceu, e o prefeito Cancellier não compareceu. Algumas horas depois, a assessoria comunicou que o prefeito informou que houve um imprevisto.

A Rádio Marconi ouviu muitos prefeitos da região, entre Morro da Fumaça, Cocal do Sul, Jaguaruna, Treviso, Balneário Rincão e outros. Em Urussanga, que é a praça principal, não aconteceu por imprevisto. Mas qual o imprevisto? Seria não se sentir confortável com questionamentos que a comunidade urussanguense quer saber? Ou só se pode falar para os ouvintes quando são assuntos que elogiam a gestão? O jornalismo deve ouvir ambas as partes, sejam elas boas ou ruins, e que interessam a comunidade, principalmente quando se envolve a política, essencialmente em Urussanga.

O prefeito não compareceu, mas o vice sim. A Rádio Marconi lamenta que um gestor de uma cidade não compareça para prestar contas com a população. Diante dessa situação, a emissora pede mais respeito com os ouvintes e com a população de Urussanga.

O apresentador do programa Comando Marconi, Joel Bernardo, registrou o fato durante a programação. Ouça também:

 

Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba as principais notícias que foram destaques na programação da Marconi FM