A Orquestra Sinfônica de Santa Catarina (Ossca) será a atração principal da primeira edição da Cantata de Luz Unesc, que ocorrerá nesta sexta-feira, dia 2, no campus da Universidade. O evento, que é gratuito e aberto a toda a comunidade, traz como tema “Ilumine-se e seja a luz na vida de alguém”, e faz parte das festividades de final de ano da Instituição. Além da orquestra, outros corais da região farão parte da programação, a partir das 19h30, entre eles o Coral Unesc.

Uma noite que promete emocionar os participantes com muita luz, som e música, como enfatiza a reitora Luciane Bisognin Ceretta. “Será uma noite linda, com um repertório fantástico para toda a comunidade. Serão músicas emocionantes e que vão do clássico ao popular. Estamos preparando tudo com muito carinho para toda a nossa comunidade”, comenta a reitora.

Além da cultura e da arte, os visitantes poderão ainda ajudar a quem necessita, por meio da campanha solidária da Instituição. “Podemos ser generosos, estender as mãos e contribuir com um quilo de alimento não perecível, que será revertido à entidades beneficentes parceiras que atendem famílias em situação de vulnerabilidade na região”,  apela a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias da Unesc, Fernanda Sônego.

O assunto foi destaque em entrevista no programa Comando Marconi com a pró-reitora de Ensino da Unesc, Graziela Amboni. Ouça na íntegra:

 

As doações podem ser realizadas até o dia 10 de dezembro, em vários pontos de coleta espalhados pelo campus, como os blocos Administrativo, Reitoria, XXI-B, nas Clínicas Integradas, no Parque Científico e Tecnológico (Iparque), no colégio Unesc, na Unidade Araranguá e na Unidade Básica de Saúde do Centro de Criciúma.

Conheça a orquestra

Em 1992, o maestro José Nilo Valle aceitou o desafio do governo estadual de criar uma orquestra sinfônica com o nome de Santa Catarina. A estreia da Ossca aconteceu em 25 de novembro de 1993, em Florianópolis.

Em 2009, a Orquestra foi considerada Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural e, em 2013, foi reconhecida na Constituição estadual como organismo de interesse máximo da cultura musical.

Ao longo dos anos, a Ossca tem inspirado o aparecimento de diversos grupos de câmara, cameratas e orquestras. Ela foi pioneira na implantação da tradição regular de concertos sinfônicos na capital, na expansão da música pelas cidades do interior e em projetos para a formação de jovens talentos.

Colaboração: Daniela Savi / Agecom Unesc