O Colegiado de Meio Ambiente da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) esteve reunido nesta semana para tratar da valoração das áreas consolidadas que fazem parte da Ação Civil Pública (ACP) do Carvão. O presidente da Amrec e prefeito de Forquilhinha, José Cláudio Gonçalves, o Neguinho, participou do encontro e garantiu que o relatório deverá ser encaminhado ao Grupo Técnico Administrativo (GTA) do Ministério Público Federal (MPF) até o dia 21 deste mês.

O pedido para elaboração do relatório da valoração das áreas consolidadas foi um encaminhamento na última reunião dos prefeitos da Amrec junto com o procurador do Ministério Público Federal (MPF) Dermeval Ribeiro Vianna Filho. A ideia é listar as áreas que estão ocupadas com construções e que estão inviabilizadas de recuperação ambiental, levantando o valor delas e cobrando medidas compensatórias por parte das empresas responsáveis.

O presidente e prefeito José Cláudio participou de entrevista no programa Comando Marconi e falou mais sobre o assunto. Ouça:

 

Nove municípios da Amrec têm áreas na ACP do Carvão. “Demos mais um passo na resolução dessas áreas e estamos muito felizes. É mais um capítulo para que os nossos municípios possam ser beneficiados”, comentou Neguinho. A expectativa do presidente da Amrec é que essa parte do processo seja concluída até o dia 30 de novembro, para que o promotor possa articular junto às empresas responsáveis.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Amrec