A partir de sexta-feira, dia 4, a dança vai invadir a cidade de Criciúma e trazer toda a emoção de volta aos palcos com a apresentação de 100 coreografias nas categorias infanto-juvenil e sênior. É o 21º Unesc em Dança, que vem recheado de novidades, no evento que ocorre até domingo, dia 6, no Teatro Municipal Elias Angeloni e na Universidade, com visitantes de várias cidades do estado de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul no evento que é gratuito e aberto a toda a comunidade.

A iniciativa contará ainda com mais de 800 bailarinos, de 46 grupos de danças envolvidos, e com a contribuição de 60 coreógrafos. Para a reitora Luciane Bisognin Ceretta, isso é motivo de orgulho pela grandiosidade e relevância que tem para a Instituição, como formação de público e de profissionais da arte em específico na linguagem da dança. “Isso é reflexo de um time que conduz uma proposta em uma Universidade que é de todos, que é da comunidade, que une ciência, ensino e pesquisa com arte, com a cultura, com a dança. O desenvolvimento de uma região também se analisa e se verifica quando os investimentos em cultura são realizados. Por isso, temos como eixo fundamental os investimentos nesta área”, comenta a reitora.

O assunto foi abordado em entrevista no programa Comando Marconi. Ouça:

 

No primeiro dia de programação, o Unesc em Dança contará com Talk Show com convidados especiais que vão levar conhecimento e descontração aos participantes, a partir das 19h na Instituição. No sábado, às 19h, será a abertura oficial no Teatro. Oficinas também fazem parte do Festival. As apresentações de dança terão gêneros, como Ballet Clássico de Repertório, Ballet Clássico Livre, Dança Moderna e Contemporânea, Jazz, Danças Urbanas e Danças Populares.

Conforme a coordenadora do Setor Arte e Cultura da Unesc, Amalhene Baesso Reddig, o objetivo do evento é apresentar o panorama da dança, sob o aspecto não competitivo, buscando o aprimoramento técnico e artístico, garantindo o caráter didático pedagógico e contribuindo para o fortalecimento da linguagem da dança, formação de plateia e valorização da arte e da cultura.

“O Festival tem esse intuito de socializar os muitos trabalhos em dança desenvolvidos na região Sul e de outras regiões. Sabemos que muitos bailarinos e coreógrafos estão aguardando esse momento com muita intensidade para voltar a se apresentar. Optamos por continuar o Festival não competitivo, por acreditar e defender que todos podem qualificar cada vez mais suas propostas quando participam no grande palco e são observados por profissionais renomados que emitem pareceres descritivos”, enfatiza Amalhene.

Oficinas e apresentações

As oficinas e mostras serão realizadas no Teatro Municipal, no sábado e domingo. Para o produtor cultural da Unesc, Maxwell Sandeer Flôr, ao ser promovido por uma Universidade, o Unesc em Dança tem uma grande preocupação com a formação dos grupos de dança e a avaliação de áudios dos cinco jurados que serão entregues aos coreógrafos e bailarinos servirão para aprimorar seus trabalhos.

O Unesc em Dança é viabilizado pela Lei de Incentivo à Cultura, com patrocinadores das empresas Giassi Supermercados, Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Anjo Tintas, SETEP Construções e Bistek Supermercados. A realização é da Unesc, Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

Confira a programação

Sexta-feira (4/11)

  • TalkShow – 19h às 21h30 no Auditório Edson Rodrigues, na Unesc;
  • Talk 01 “Pesquisa e Produção Intelectual em Artes”, Prof. Dr. Marco Aurélio Cruz Souza;
  • Talk 02 “Processos Colaborativos nas Políticas Culturais”, Profª. Mestranda Bia Mattar;
  • Talk 03 “Gestão de Projetos em Artes”, professora doutora Jussara Xavier.

Sábado (5/11)

 – 8h30 às 10h – Local: Teatro Municipal Elias Angeloni

  • Oficina de Dança 01 “Danças Urbanas: Laboratório de Improvisação e Coreografias Sistemáticas”, professora doutora Cris Ribeiro

 – 10h às 11h30 – Local: Teatro Municipal Elias Angeloni

  • Oficina de Dança 02 “Princípios Criativos para uma Dança Contemporânea”, Profª. Drª.  Jussara Xavier

 – 13h às 14h – Local: Teatro Municipal Elias Angeloni

  • Assembleia Geral da Associação Profissional de Dança de Santa Catarina (Aprodança), Mediação: membros da diretoria da Aprodança.

 – 14h às 16h30 – Local: Teatro Municipal Elias Angeloni

  • Mostra Infanto-juvenil de Dança – 30 coreografias

 – 18h às 19h – Local: Teatro Municipal Elias Angeloni

  • Palestra 01: “Brincantes: Saberes e Fazeres Decoloniais que Dançam”, Prof. Doutorando Jesse Cruz

 – 19h30 às 22h – Local: Teatro Municipal Elias Angeloni

  • Mostra Sênior de Dança – 40 coreografias

Domingo (06/11)

 – 8h às 9h30 – Local: Teatro Municipal Elias Angeloni

  • Oficina de Dança 03 “Danças Populares e Folclóricas: Processos de Composição Cênica”, Prof. Dr. Marco Aurélio Cruz Souza

 – 9h30 às 11h – Local: Teatro Municipal Elias Angeloni

  • Oficina de Dança 04 “Danças Populares Brasileiras: da Toada ao Ijexá”, Prof. Doutorando Jesse Cruz

 – 11h às 12h30 – Local: Teatro Municipal Elias Angeloni

  • Oficina de Dança 05: “Ativar o Corpo Sutil como Cuidado de Si com a Prática das Terapias Corporais nas Danças”, professora mestranda Bia Mattar

 – 13h às 14h – Local: Teatro Municipal Elias Angeloni

  • Palestra 02 “Reconhecer a Biotensegridade para a Preparação Corporal na Dança”, professora doutora Cris Ribeiro

 – 14h às 16h30 – Local: Teatro Municipal Elias Angeloni

  • Mostra Infanto-juvenil de Dança – 30 coreografias.

Colaboração: Daniela Savi / Assessoria de Imprensa