Devido às manifestações dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL), que não aceitam o resultado das eleições, os postos de combustíveis de Urussanga estão apresentando falta de gasolina. Vários trechos das rodovias federais estão bloqueados, dificultando o abastecimento de combustíveis nos postos. As manifestações iniciaram na noite de domingo, dia 30, após o resultado de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ganhou de Bolsonaro.

Na manhã desta terça-feira, dia 1, terceiro dia de protestos, os postos urussanguenses estão apresentando falta de gasolina. Nos seis postos, somente o Auto Posto Nova Itália, do centro, e o Posto Urussanga, do trevo das bandeiras, ainda possuem poucos litros de gasolina. Os outros quatro só possuem diesel e etanol.

Os manifestantes aguardam o posicionamento de Bolsonaro sobre a derrota nas eleições. A expectativa é que as paralisações permaneçam por 72 horas, ou seja, até esta quarta-feira, dia 2.

Leia mais:

Manifestantes ainda seguem com bloqueios em várias rodovias catarinenses