Os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) seguem realizando manifestações em diversos trechos das rodovias catarinenses, principalmente na BR-101. Os protestos iniciaram na noite de domingo, dia 30, após o resultado das eleições, no qual Bolsonaro perdeu para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Até às 6h desta terça-feira, dia 1°, havia ao menos 40 pontos de interdição nas estradas federais, conforme a Polícia Rodoviária Federal. Na região Sul, há bloqueios em Tubarão, Içara, Maracajá, Araranguá e Santa Rosa do Sul (confira a lista dos bloqueios ao final).

O repórter Marco Búrigo está acompanhando a manifestação e paralisação no trecho da BR-101 em Tubarão. Conforme os manifestantes e a Polícia Rodoviária Militar, veículos de saúde, de segurança, que possuem idosos e crianças estão sendo liberados. Além disso, de hora em hora alguns veículos são liberados para a passagem. Ouça mais:

 

Confira também a palavra das autoridades da Polícia Militar de Tubarão sobre as paralisações:

 

Veja a lista de bloqueios em SC, atualizada às 6h:

  • BR-101, km 6 (Garuva): total, ambos os sentidos;
  • BR-101, km 25 (Joinville): total, ambos os sentidos;
  • BR-101, km 69 (Araquari): parcial, ambos os sentidos;
  • BR-101, km 83 (Barra Velha): parcial, ambos os sentidos;
  • BR-101, km 116 (Itajaí): total, ambos os sentidos;
  • BR-101, km 138 (Balneário Camboriú): total, ambos os sentidos;
  • BR-101, km 150 (Itapema): total, ambos os sentidos;
  • BR-101, km 157 (Porto Belo): parcial, ambos os sentidos;
  • BR-101, km 215 (Palhoça): total, ambos os sentidos;
  • BR-101, km 265 (Garopaba): total, ambos os sentidos;
  • BR-101, km 282 (Imbituba): parcial, ambos os sentidos;
  • BR-101, km 340 (Tubarão): total, ambos os sentidos;
  • BR-101, km 379 (Içara): total, ambos os sentidos;
  • BR-101, km 401 (Maracajá): parcial, ambos os sentidos;
  • BR-101, km 419 (Araranguá): parcial, sentido sul,
  • BR-101, km 445 (Santa Rosa do Sul): total, ambos os sentidos;
  • BR-116, km 7 (Mafra): total, ambos os sentidos;
  • BR-116, km 34 (Itaiópolis): total, ambos os sentidos;
  • BR-116, km 54 (Papanduva): parcial, ambos os sentidos;
  • BR-116, km 245 (Lages): parcial, ambos os sentidos;
  • BR-153, km 65 (Irani): total, ambos os sentidos;
  • BR-153, km 97 (Concórdia): parcial, ambos os sentidos;
  • BR-280, km 4 (São Francisco do Sul): parcial, ambos os sentidos;
  • BR-280, km 22 (Araquari): parcial, ambos os sentidos;
  • BR-280, km 55 (Guaramirim): total, ambos os sentidos;
  • BR-280, km 80 (Corupá): parcial, ambos os sentidos;
  • BR-280, km 114 (São Bento do Sul): parcial, ambos os sentidos;
  • BR-280, km 231 (Canoinhas): parcial, ambos os sentidos;
  • BR-282, km 15 (Palhoça): total, ambos os sentidos;
  • BR-282, km 32 (Águas Mornas): total, ambos os sentidos;
  • BR-282, km 103 (Alfredo Wagner): total, ambos os sentidos;
  • BR-282, km 394 (Joaçaba): total, ambos sentidos;
  • BR-282, km 646 (Descanso): parcial, ambos sentidos;
  • BR-470, km 7 (Navegantes): total, ambos os sentidos;
  • BR-470, km 45 (Blumenau): total, ambos os sentidos;
  • BR-470, km 57 (Pomerode): total, ambos os sentidos;
  • BR-470, km 67 (Indaial): total, ambos os sentidos;
  • BR-470, km 140 (Rio do Sul): total, ambos os sentidos
  • BR-470, km 158 (Trombudo Central): total, ambos os sentidos
  • BR-470, km 247 (Curitibanos): parcial, ambos os sentidos;

Confira a nota oficial do Governo do Estado sobre as manifestações

NOTA

A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade informa que está monitorando a situação* nas rodovias de SC e o impacto das barreiras ao transporte público intermunicipal de passageiros.

. Há aproximadamente 40 ônibus, com mais de 800 pessoas a bordo, em diversos pontos do estado aguardando a liberação das rodovias. As operadoras têm prestado o melhor apoio possível aos passageiros, com hospedagem em hotéis e alimentação, onde é possível.

. 26 empresas estão conseguindo operar, até o momento, sem interferência, mas são do transporte semiurbano

. 1 ônibus foi parado em bloqueio, mas a policia liberou a passagem e chegou até o destino (Chapecó).

. Diversas empresas cancelaram preventivamente as operações até a situação se normalizar, outras estão conseguindo operar de forma precária, fazendo desvios, e há atrasos.

* Levantamento realizado pela Superintendência de Planejamento e Gestão atualizado às 22h de 31/10/2022

Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba as principais notícias que foram destaques na programação da Marconi FM