Importante ferramenta eficaz contra diversos tipos de doenças, as vacinas tiveram o seu papel ainda mais reforçado após a pandemia da Covid-19. Nesta segunda-feira, dia 17, é comemorado o Dia Nacional da Vacinação, e sua importância e contribuição com a saúde merecem destaque. As vacinas foram as responsáveis por diminuir e até mesmo erradicar doenças no Brasil, como o caso da poliomielite, conhecida como paralisia infantil. Mesmo que o país não tenha registrado mais casos da pólio desde 1989, a vacinação de crianças ainda se fez necessário porque ainda há países, como Afeganistão, Nigéria e Paquistão, que possuem casos da doença. Por isso, este é um dos motivos para que a vacinação seja mais valorizada, principalmente nas crianças, como forma de prevenir o reaparecimento de doenças já controladas.

Além da pólio, outras diversas vacinas são ofertadas a população brasileira, desde o nascimento da criança. “A vacinação é a principal forma de prevenção. A gente costuma dizer que é o carro chefe do Sistema Único de Saúde (SUS), que é a oferta de vacinação para a população sem custo”, comentou a secretária de Saúde de Cocal do Sul, enfermeira Glícia Pagnan. “O rol disponível dos tipos de vacinas só aumenta. A cada ano que passa a gente vê as pesquisas aumentando e a oferta de vacinação para mais doenças vêm acontecendo”, acrescentou. Para destacar a importância das vacinas, o programa Ponto de Encontro abordou o assunto em entrevista com a secretária Glícia e com a responsável pela Vigilância Epidemiológica de Cocal do Sul, Gilmara Viel. Ouça mais na íntegra:

 

Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba as principais notícias que foram destaques na programação da Marconi FM