Um adolescente de 13 anos foi identificado como sendo o responsável por postar ameaças contra uma Escola de Educação Básica de Cocal. O menor foi ouvido pela Polícia Civil, na delegacia da cidade.

Na última quinta-feira, dia 25, começaram a ser realizadas ameaças de atentado contra pessoas (massacre) de uma Escola de Educação Básica na cidade de Cocal do Sul. Ontem, 30 de agosto, foi registrado boletim de ocorrência.

Então, a Polícia Civil de Santa Catarina, através da Delegacia de Polícia de Cocal do Sul passou a investigar as ameaças feitas através de rede social, sendo que nesta quarta-feira, dia 31, foi feita uma inscrição em um dos banheiros da escola: “massacre dia 04/09”.

Após intenso trabalho investigativo, a Polícia Civil chegou em um suspeito, adolescente de 13 anos e aluno da escola, o qual foi ouvido no final da tarde desta quarta-feira, dia 1º, na DP de Cocal do Sul, na presença do responsável legal. Ele confirmou as afirmações na rede social e negou que escreveu na parede do banheiro.

Registro a importância do brilhante trabalho dos servidores da Delegacia de Polícia de Cocal, especialmente das Agentes de Polícia Civil Andréa Barbieri Lopes e Túlia Moreira.