Uma servidora foi presa temporariamente e outra foi afastada em operação do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em Cocal do Sul. A operação dos agentes aconteceu na manhã desta segunda-feira, dia 15. De acordo com a prefeitura, o Gaeco cumpriu as diligências determinadas pelo Juízo da Comarca. A investigação contra as servidoras da extinta Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundac), hoje Diretoria do Meio Ambiente, iniciaram há quatro anos.

O assunto foi divulgado através de uma nota de esclarecimento da prefeitura de Cocal do Sul. “A atual administração, que preza pela transparência, está inteiramente à disposição das forças de segurança e justiça, pelo zelo e respeito ao dinheiro público”, afirma o comunicado.

Leia mais:

Gaeco cumpre prisão temporária e mandados de busca e apreensão em Cocal do Sul