O morador de um prédio da área central de Criciúma, que teve o apartamento tomado pelo fogo, não resistiu aos ferimentos e morreu na noite desta terça-feira, dia 19. Ele havia ficado gravemente ferido em um incêndio que atingiu o apartamento do edifício Madrid, na última terça-feira, dia 12, e estava internado desde então no Hospital São José.

Durante a ocorrência, guarnições da Polícia Militar retiraram 50 moradores do prédio, sendo que dez pessoas inalaram fumaça e receberam atendimento no Auto Socorro de Urgência (ASU) do Corpo de Bombeiros. Além disso, na ocasião três policiais militares foram encaminhados ao Hospital São José para atendimento médico também por inalação a fumaça.