Golpes contra aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) têm se tornado cada vez mais comuns. O que acontece é que os aposentados podem ter contratado empréstimos consignados sem saber. A advogada da Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Urussanga (AAPIU), Emanuela da Silva, explica que a pessoa pode notar com o tempo que o valor do benefício está menor. Ao verificar o extrato é notado que há um desconto de um benefício que não foi solicitado. Isso acontece porque os dados pessoais do aposentado podem estar desprotegidos, aonde um funcionário de um banco ou instituição utiliza esses dados para fazer um empréstimo sem a autorização do aposentado.

“O fato é que eles conseguem os dados do cliente, eles verificam que tem uma margem para consignação, e colocam esse valor sem a pessoa ter solicitado”, completa Daniele. Uma orientação da advogada é acessar o site Meu INSS, fazer o cadastro com CPF e senha, e ir no campo “bloquear e desbloquear empréstimos”. Essa opção permite que o aposentado consiga bloquear os empréstimos feitos na conta, evitando esse tipo de contratação sem autorização. O assunto foi destaque no programa Ponto de Encontro em entrevista com a advogada Emanuela e com a secretária da Associação, Daniele Damiani. Confira na íntegra:

Parte 01

 

Parte 02

 

Outro fator importante para evitar cair em golpes é sempre estar atento no nome do beneficiário na hora de fazer pagamentos via boleto. Emanuela explica que muitas vezes o boleto possui o cabeçalho do banco ou da instituição, mas o beneficiário tem um nome diferente. “Geralmente o beneficiário é uma pessoa física, que vai lá no Mercado Livre, por exemplo, abre uma conta, aplica os golpes, depois cancela, cria outra conta e só vai pegando o dinheiro dos aposentados”, comentou a advogada.

Além disso, tem os golpes através de ligações telefônicas. “Algumas vezes se identificam como sendo do INSS, e não são. São algumas instituições, às vezes referindo que esse beneficiário tem dinheiro a recuperar, tem algum dinheiro perdido ou referente a alguma atualização de cadastro, e dessa forma eles captam os dados que eles precisam. Eles manipulam depois essa gravação”, alerta a secretária Daniela. A especialista ainda explica que essa manipulação faz parecer que o aposentado aceitou alguma operação, enquanto, na verdade, ele estava confirmando alguma pergunta do golpista.

Para evitar esses golpes é importante que o aposentado esteja atento aos seus dados e informações, além de consultar algum especialista sempre que houver dúvida. Daniela ressalta que a associação atende a todos os aposentados, não só os associados. Qualquer aposentado que tiver dúvida a respeito do seu aposento, dados, ou até mesmo sobre o site Meu INSS pode entrar em contato com a Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Urussanga para tirar suas dúvidas.