A Polícia Civil de Urussanga esclareceu sobre os furtos de alças e placas das capelas do cemitério municipal, no bairro Baixada Fluminense. Os crimes aconteceram em março, quando foi registrado um boletim de ocorrência no dia 10. Após as investigações, a Polícia Civil chegou a um homem, de 42 anos, que confessou os furtos alegando ser viciado em drogas.

De acordo com os delegados Ulisses Gabriel e Márcio Campos Neves, os itens furtados foram vendidos para um sucateiro de Morro da Fumaça, por R$ 9,00 a R$ 10,00 o quilo. O receptador será indiciado por receptação qualificada.

A Rádio Marconi realizou uma matéria sobre os furtos no cemitério em março. Leia:

Furtos de alças dos túmulos do Cemitério Municipal preocupam moradores da Baixada Fluminense