A Polícia Civil de Urussanga instaurou mais um inquérito policial contra vereador da cidade. De acordo com as informações do delegado Ulisses Gabriel, na tarde de hoje, após requisição do Ministério Público e informações contidas em inquérito policial onde o vereador foi indiciado por extravio de documento público, coação no curso do processo e crime ambiental, foi instaurado no inquérito policial para apurar crime de peculato desvio.

A Polícia Civil lembra que em 2019, na condição de Secretário da Agricultura, mesmo sabendo que era ilegal, intermediou o envio de areão para possível eleitor, sem cumprir as regras da Lei da Porteira Aberta, onde é necessário o pagamento de uma quantia para que serviços sejam feitos pela Secretaria da Agricultura do Município dentro da propriedade do contribuinte.

O vereador já havia sido indiciado também por peculato culposo, fraude processual, posse irregular de arma do fogo, peculato desvio, advocacia administrativa e desobediência.

Com informações da Delegacia de Polícia Civil de Urussanga

Da Redação