Nesta semana do Dia Internacional das Mulheres, a Rádio Marconi enaltece mulheres, especialmente as urussanguenses, que dão testemunho de vida. Uma delas é a Mariléia Fernandes De Lima Bettiol que está lutando contra um câncer de mama. Em meio a esta luta, Mariléia perdeu a sua filha Roberta para a Covid-19 recentemente. Com uma fé fervorosa em Deus e na esperança, Mariléia tirou forças para poder vencer os momentos difíceis. O programa Ponto de Encontro abordou o assunto em entrevista com a senhora Mariléia. Acompanhe na íntegra:

Parte 01

 

Parte 02

 

Mariléia foi diagnosticada com câncer de mama em abril de 2021. “Até então eu só contei para a minha família, para o meu marido, meus filhos, para minha nora e meu neto e resolvemos deixar só ali, só entre nós. Porque eu acho que Deus fez tudo pelo melhor, porque em seguida vieram todos esses acontecimentos”, comenta. Mariléia conta que após fazer a cirurgia em maio do mesmo ano, a partir daí a situação começou a “desandar”. Isso porque toda a família pegou coronavírus e sua filha veio a falecer por complicações decorrentes da doença.

Ela conta que nunca imaginou ter um câncer, principalmente de mama. Mesmo o seu irmão tendo falecido por um câncer, Mariléia não imaginava que um dia passaria pelo mesmo. “Mas chegou a minha vez, chegou a minha vez e eu passei por todos os sofrimentos, por todas as batalhas, todas as provações, por todas as angústias e ainda hoje estou fazendo tratamento pela medicação oral”, relata. Mariléia conta que descobriu o câncer precocemente e que realizou os procedimentos no sistema particular para combater a doença mais rápido.

No ambiente hospitalar, Mariléia afirma que as mulheres dão apoio umas às outras. Seja as mulheres que também estão passando pela mesma situação ou as que contribuem para que o momento passe, como enfermeiras, médicas e funcionárias. “A gente lá faz muitas amizades, eu quando contei sobre a minha filha as enfermeiras choraram, pessoas que estavam ao meu redor perguntando como a senhora está suportando isso, é Deus! A gente divide experiências”.