Um homem, de 36 anos, que intermediava a venda de gado entre os abatedouros e produtores e que estava foragido, foi preso pela Polícia Militar, em Araranguá. A prisão aconteceu nesta sexta-feira, dia 04, após meses de investigações e diligências pela Polícia Civil de Urussanga. De acordo com os delegados Ulisses Gabriel e Márcio Campos Neves, o homem intermediava a venda do gado, recebendo o animal do produtor, levando ao frigorífico, onde recebia os valores e fazia o pagamento ao produtor.

No entanto, após adquirir a confiança das vítimas, apossava-se do dinheiro e desaparecia. O homem causou prejuízo a 13 vítimas em Morro da Fumaça, Cocal do Sul, Urussanga, Orleans, Braço do Norte e Pedras Grandes. O valor do prejuízo foi de até R$ 700 mil até junho de 2021.

O inquérito policial na Comarca de Urussanga foi instaurado e conduzido pelo delegado Márcio Neves, tendo sido decretada prisão preventiva em junho de 2021 na Comarca de Urussanga pelo doutor Roque Lopedote, com parecer favorável do Promotor Elias Medeiros Sobrinho.

Leia mais

Polícia Civil de Urussanga procura suspeito de estelionato foragido da Justiça