O dia 25 de novembro é lembrado por ser o Dia Nacional do Doador de Sangue. A importância de ser um doador reflete diretamente em salvar vidas. O Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) possui importante papel em todo o estado. O hemocentro de Criciúma atende, desde Passo de Torres a Imbituba, a 26 hospitais e clínicas do sul e extremo sul catarinense. O sangue é essencial para os tratamentos e intervenções urgentes de todos os tipos, desde acidentes, conflitos ou desastres, e ajuda pessoas que correm risco de morte.

Confira mais detalhes na entrevista completa com a representante do setor de captação de doadores do Hemosc Criciúma, Ana Rubia Pelegrin Zanete, a para o programa Comando Marconi:

 

Para ser um doador é preciso estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos (jovens de 16 e 17 anos deverão estar acompanhados por um responsável legal) e pesar mais de 50 quilos. Não é necessário jejum, mas é recomendável uma alimentação sem gordura nas quatro horas antes da doação. É necessário apresentar documento com foto. Saiba mais sobre os critérios para doação de sangue acessando aqui.

As pessoas de Criciúma e região que querem doar sangue, precisam realizar agendamento através do site do Hemosc ou ligar pelo telefone no número (48) 3444-7410.

Acompanhe o trabalho feito pelo Hemosc através das redes sociais: FacebookInstagram e Site.

Da Redação